icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/02/2015
16:50

Fora da lista de inscritos para a primeira fase do Paulistão, Cleiton Xavier já realiza coletivos no Palmeiras pela equipe reserva. Nesta sexta-feira, o técnico Oswaldo de Oliveira confirmou a expectativa de fazê-lo reestrear no Verdão dia 4 de março, quando o time inicia sua campanha na Copa do Brasil, diante do Vitória da Conquista. Até lá, o armador fará jogos-treino para chegar ao ritmo ideal de jogo.

- O Cleiton (Xavier) por questão legal, não está inscrito no Paulista. Se ele tiver condições na estreia da Copa do Brasil, claro que vai poder jogar, porque a volta será quase depois de um mês. É muito tempo para um jogador ficar inativo. Estamos criando situações, e na segunda ele deve fazer um jogo-treino contra a Portuguesa, estou procurando fazer isto para mobilizar os que não têm oportunidade de jogar - explicou o treinador.

- Já fizemos (jogos-treino) contra o São Caetano, Santo André. Quando o sub-20 voltar de férias, vou articular isto, para ver aquela turminha que já treinou conosco (depois da Copinha). Queremos dar ritmo de jogo a todo mundo, e dentro de suas necessidades e possibilidades, ir mobilizando - disse.

Contratado no início de fevereiro, o jogador não entrou na lista do Estadual, pois rescindiu com o Metalist (UCR) na Justiça, e nestes casos a federação ucraniana não libera imediatamente o certificado de transferência do atleta. Isto deve ocorrer até o fim deste mês, dando-lhe condições de atuar na estreia do Palmeiras na Copa do Brasil.

O meia de 31 anos não treinava no Metalist desde meados de dezembro, e por não ter feito uma pré-temporada o clube já iria dar tempo ao atleta para que ele entrasse em forma - em uma tática parecida com a utilizada com Arouca. A não-inscrição no Paulista colaborou para que o armador melhorasse seu condicionamento.

Xodó da torcida alviverde, o jogador, que atuou pelo clube entre 2009 e 2010, deve ser apresentado nesta próxima semana. Ele usará a camisa 8, que era de Mendieta, agora emprestado ao Olimpia, do Paraguai.