icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/04/2014
19:55


Derrotado por 1 a 0 e vítima do forte bloqueio defensivo do Ituano, o elenco do Santos desceu a serra cabisbaixo após a primeira final do Campeonato Paulista, neste domingo. Jogadores como Gabriel e Leandro Damião nem sequer pararam na zona mista, e foram direto para o ônibus da equipe. Outros, como Cícero, assumiram a responsabilidade pelo placar adverso.

A mensagem de ordem na semana livre para trabalhar que Oswaldo de Oliveira terá antes do outro jogo é "pensar para frente". O próximo jogo acontece no domingo, no mesmo Pacaembu.

- Eu acho que o Santos não vai jogar mal duas vezes seguidas. É normal que aconteça eventualmente, mas não somos time de dar mole de novo. Por isso estou tranquilo, sei da minha responsabilidade – afirmou o treinador do Peixe, que reconheceu os méritos do Ituano na vitória deste domingo, mas avisou que confia no título alvinegro.

Finalista do Paulistão seis vezes seguidas, o Peixe volta aos trabalhos só nesta segunda-feira à tarde, no CT Rei Pelé, já pensando na partida em que precisará reverter o resultado negativo para levantar mais uma taça. Cicinho e Mena, que estiveram suspensos, voltam ao time nas vagas de Bruno Peres e Emerson. Outras mudanças, no entanto, não estão descartadas, e um dos jogadores que busca espaço no time é Rildo.

Ituano surpreende e vence o Santos pelas finais do Paulistão