icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/07/2013
09:19

Na opinião de Oswaldo de Oliveira, mesmo com as falhas do Botafogo nas jogadas aéreas que resultaram nos dois gols que a equipe sofreu na derrota por 2 a 1 para o Grêmio, o time foi superior ao adversário e, segundo ele, merecia ter vencido o jogo. O treinador afirmou ainda que os alvinegros foram prejudicados pela arbitragem.

- Falhamos nos dois gols em jogadas produzidas que a gente trabalha sempre para que não aconteçam. Mas há o adendo do segundo gol no qual a arbitragem falhou junto com o nosso time. O fato de o auxiliar levantar a bandeira paralisou a nossa defesa e o árbitro não deu. Se fosse ao contrário, queria ver se não teria marcado - disse Oswaldo, referindo-se ao segundo gol dos gaúchos, quando o auxiliar assinalou impedimento e depois voltou atrás, gerando revolta nos botafoguenses.

Com o placar construído no primeiro tempo, o Botafogo pressionou o Tricolor na segunda etapa, mas não conseguiu chegar ao empate. Oswaldo elogiou a postura da sua equipe e seguiu lamentando o resultado final.

- O Botafogo comandou as ações, pressionou e criou jogadas pelo lado e pelo meio. Infelizmente, a bola não entrou. Nós vamos lamentar muito a perda desses pontos aqui. Com folga, o Botafogo poderia ter saído com a vitória. Não com o empate, mas com a vitória - afirmou.

Com a derrota para o Grêmio, o Botafogo perdeu a liderança do campeonato e agora ocupa a terceira colocação na tabela com 13 pontos. A delegação desembarca no Rio na manhã desta segunda-feira e estará de folga no restante do dia. Na terça, os jogadores se reapresentam e iniciam a preparação para o jogo de sábado, contra o Náutico, em São Januário, pela oitava rodada do Brasileirão.

Na estreia de Renato Gaúcho na Arena, Grêmio vence o Botafogo

Na opinião de Oswaldo de Oliveira, mesmo com as falhas do Botafogo nas jogadas aéreas que resultaram nos dois gols que a equipe sofreu na derrota por 2 a 1 para o Grêmio, o time foi superior ao adversário e, segundo ele, merecia ter vencido o jogo. O treinador afirmou ainda que os alvinegros foram prejudicados pela arbitragem.

- Falhamos nos dois gols em jogadas produzidas que a gente trabalha sempre para que não aconteçam. Mas há o adendo do segundo gol no qual a arbitragem falhou junto com o nosso time. O fato de o auxiliar levantar a bandeira paralisou a nossa defesa e o árbitro não deu. Se fosse ao contrário, queria ver se não teria marcado - disse Oswaldo, referindo-se ao segundo gol dos gaúchos, quando o auxiliar assinalou impedimento e depois voltou atrás, gerando revolta nos botafoguenses.

Com o placar construído no primeiro tempo, o Botafogo pressionou o Tricolor na segunda etapa, mas não conseguiu chegar ao empate. Oswaldo elogiou a postura da sua equipe e seguiu lamentando o resultado final.

- O Botafogo comandou as ações, pressionou e criou jogadas pelo lado e pelo meio. Infelizmente, a bola não entrou. Nós vamos lamentar muito a perda desses pontos aqui. Com folga, o Botafogo poderia ter saído com a vitória. Não com o empate, mas com a vitória - afirmou.

Com a derrota para o Grêmio, o Botafogo perdeu a liderança do campeonato e agora ocupa a terceira colocação na tabela com 13 pontos. A delegação desembarca no Rio na manhã desta segunda-feira e estará de folga no restante do dia. Na terça, os jogadores se reapresentam e iniciam a preparação para o jogo de sábado, contra o Náutico, em São Januário, pela oitava rodada do Brasileirão.

Na estreia de Renato Gaúcho na Arena, Grêmio vence o Botafogo