icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/02/2015
14:05

Depois de Dudu cobrar e mandar no travessão o primeiro pênalti que o Palmeiras teve a seu favor em 2015, durante a vitória contra o Penapolense, no último fim de semana, o técnico Oswaldo de Oliveira admitiu que ainda não definiu um batedor fixo. Segundo ele, o argentino Allione surge como forte candidato a assumir o posto.

- Estou conhecendo eles. Gosto muito do Allione batendo, pelos treinamentos. Treino e execução é diferente. O Dudu ficou um pouco preocupado porque perdeu, mas sempre treina. Eu faço alguns jogos com ele para provocar a batida. Sabemos que é o momento ali. Quando você tem um cara que se destaca, que realmente é unanimidade, não há dúvida. Aqui, estamos nos conhecendo ainda. Vamos estudando e vendo. Quem estiver motivado e estimulado na hora pode bater - disse o comandante do Palmeiras.

É comum ver Allione e Dudu cobrando pênaltis após os treinamentos na Academia de Futebol. Os atacantes Rafael Marques e Leandro Pereira também estão sempre ensaiando. Os dois últimos já tiveram chance de bater durante jogos-treinos no CT, e ambos converteram.

Até o fim de 2014, o cobrador de pênaltis do Palmeiras era o atacante Henrique, que deixou o clube em dezembro e agora está no Cruzeiro. Apesar de ter errado uma cobrança contra o Atlético-MG, na Copa do Brasil, ele terminou a temporada com bom aproveitamento e marcou um gol desta maneira no empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, na última rodada do Campeonato Brasileiro.