icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/07/2014
12:43

O técnico do Santos, Oswaldo de Oliveira, não fez mistério algum na véspera da partida contra o Londrina, na quinta-feira, às 21 horas, no Estádio do Café, em relação à escalação. Quando perguntado na entrevista coletiva, ele confirmou que o time é o mesmo que treinou no gramado e ainda escalou um a um no microfone, inclusive explicou porque o camisa 10, Geuvânio, ficará no banco de reservas.

- O time é esse que vocês viram treinar. Vladimir, Zé Carlos, Paulo Ricardo e Emerson; Alan Santos, Renato e Souza,; Jorge Eduardo, Diego Cardoso e Stéfano Yuri. O Geuvânio está disputando posição, quem estiver em melhor momento, produzindo para a equipe, vai jogar. E nesse momento Jorge Eduardo está merecendo. Geuvânio oscilou, ele vai no banco, como foi no domingo, e se precisar, joga - afirmou o treinador.

A única dúvida até então era no gol, já que Aranha, quem mais jogou pelo Peixe no ano, com 33 partidas, estaria escalado, mas não treinou com os titulares, dando lugar a Vladimir. Segundo Oswaldo, o arqueiro ficará fazendo trabalho de recuperação, junto do grupo que não viaja, e se prepara para enfrentar o Internacional, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

- Conversando com o Arzul, nosso preparador de goleiros, ele achou melhor dar continuidade ao trabalho de recuperação. O Vladimir precisa jogar também, jogou na Copa do Brasil, todo mundo precisa jogar. Vamos jogar 70 jogos no ano, às vezes jogadores precisam jogar. O momento é esse, tem que aproveitar todo mundo. Um dia vão jogar, então vamos logo - respondeu.

O elenco do Peixe vai para o aeroporto de Congonhas, em São Paulo, às 16h30. Após o treino no CT Rei Pelé pela manhã, os jogadores foram liberados.