icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/03/2014
17:41

Após o treino do Santos desta quarta-feira, Oswaldo de Oliveira e Léo tiveram uma conversa a sós durante alguns minutos em um dos campos do CT Rei Pelé. Pouco depois, quando o técnico deu entrevista coletiva, foi questionado sobre a situação do atual meio-campista de 38 anos e disse que pretende avaliar o atleta em um jogo-treino em breve.

- Ele é importante para a história do Santos, mas está voltando de contusão e tem concorrência grande no momento. Vou me sentir feliz por utilizá-lo, mas minha felicidade não é o suficiente. Eu quero utilizá-lo se ele tiver condições e mostrar isso nos treinos. Ele vai participar do próximo jogo-treino e vou ficar feliz se ele for bem - disse o técnico, que já elogiou o jogador outras vezes.

A relação entre Oswaldo e Léo teve início em 2005, quando o jogador estava na sua primeira passagem pelo Peixe e o treinador treinava o clube. Apesar do próximo jogo-treino ainda não ter data e nem adversário definidos, a projeção para que o ídolo santista volte a jogar é até o final deste mês.

Em entrevista ao LANCE!Net em janeiro deste ano, Oswaldo de Oliveira admitiu que a importância do ex-lateral para o atual elenco pode ser comparada à que Seedorf tinha no Botafogo, clube que dirigiu no ano passado. O holandês também tinha fama de aconselhar os jovens do elenco, no clube carioca.

- O Seedorf tinha outra forma de approach, foi ficando amigo a medida que o tempo passou. O Léo não, o Léo já está aqui, já conhece todo mundo. São diferentes aí, mas a intenção e a maneira que a gente pode utilizá-los no clube é bem parecida - comparou.

A última partida de Léo vestindo a camisa alvinegra foi em outubro de 2013, quando o Santos bateu a Portuguesa por 3 a 0 pelo Campeonato Brasileiro, no Canindé. O contrato dele vai até o fim de abril.