icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/07/2013
11:23

Assim que o Botafogo fez 2 a 0 diante do Náutico, sábado, em São Januário, Oswaldo de Oliveira já começou a modelar sua equipe pensando na Copa do Brasil. O técnico alvinegro, com a vantagem mais folgada no placar, tirou Seedorf imediatamente para já dar um descanso ao craque visando ao jogo contra o Figueirense em Santa Catarina.

- Eu já comecei a projetar também o jogo de quarta. Na hora que a gente fez o segundo gol, pude organizar de forma mais contida, economizar um pouco o Seedorf, que estava muito marcado e com contato o tempo todo. Ele é ouro em pó e a gente guarda na caixa - explicou.

De acordo com o treinador, logo após o término do jogo frente ao Náutico, a conversa no vestiário já passou a ser sobre Copa do Brasil. E Oswaldo garante também que o Botafogo, depois de vencer a ida em Volta Redonda por 1 a 0, não entrará em campo recuado esperando para segurar o empate.

- Nós damos sempre a importância devida a cada jogo e competição. O start do jogo contra o Figueirense foi agora, na nossa reunião após a partida, quando a gente troca ideias e alguns expressam seus sentimentos. Já me referi ao próximo jogo. Estamos trabalhando nesse sentido. Vamos preparados, não vamos com o regulamento debaixo do braço. Vamos para ganhar o jogo, posso garantir isso. No final, se precisar, vamos utilizar isso (segurar um empate). São 90 minutos e não podemos ficar pensando em jogar com resultado. Temos condições de jogar para vencer e vamos fazer isso. Se fizermos um gol, cria muita dificldade para o adversário - ensina.

Assim que o Botafogo fez 2 a 0 diante do Náutico, sábado, em São Januário, Oswaldo de Oliveira já começou a modelar sua equipe pensando na Copa do Brasil. O técnico alvinegro, com a vantagem mais folgada no placar, tirou Seedorf imediatamente para já dar um descanso ao craque visando ao jogo contra o Figueirense em Santa Catarina.

- Eu já comecei a projetar também o jogo de quarta. Na hora que a gente fez o segundo gol, pude organizar de forma mais contida, economizar um pouco o Seedorf, que estava muito marcado e com contato o tempo todo. Ele é ouro em pó e a gente guarda na caixa - explicou.

De acordo com o treinador, logo após o término do jogo frente ao Náutico, a conversa no vestiário já passou a ser sobre Copa do Brasil. E Oswaldo garante também que o Botafogo, depois de vencer a ida em Volta Redonda por 1 a 0, não entrará em campo recuado esperando para segurar o empate.

- Nós damos sempre a importância devida a cada jogo e competição. O start do jogo contra o Figueirense foi agora, na nossa reunião após a partida, quando a gente troca ideias e alguns expressam seus sentimentos. Já me referi ao próximo jogo. Estamos trabalhando nesse sentido. Vamos preparados, não vamos com o regulamento debaixo do braço. Vamos para ganhar o jogo, posso garantir isso. No final, se precisar, vamos utilizar isso (segurar um empate). São 90 minutos e não podemos ficar pensando em jogar com resultado. Temos condições de jogar para vencer e vamos fazer isso. Se fizermos um gol, cria muita dificldade para o adversário - ensina.