icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/03/2014
00:03

Os olhos e câmeras estavam voltados para Alexandre Pato. Ele correu, driblou, deu bons passes, arriscou chutes... Não dá para dizer que o atacante estreou mal. Porém, a noite foi de Osvaldo. Inspirado, ele "ofuscou" o camisa 11 e marcou o gol da vitória do São Paulo sobre o CSA por 1 a 0.

Pela primeira vez na carreira, Pato passou em branco em uma estreia por um clube. Mas a maior decepção são-paulina nesta quarta não foi o ex-corintiano, mas sim o placar. Com a vitória magra, o Tricolor não conseguiu eliminar o jogo da volta e terá de enfrentar os alagoanos novamente em 9 de abril, no Morumbi. O duelo acontecerá entre a primeira (6/4) e a segunda (13/4) partida da final do Campeonato Paulista.

Para Pato jogar, Muricy Ramalho optou por mexer não só na escalação como no esquema tático tricolor. E surpreendeu: sacou Ganso, abriu Oswaldo e Pabon no meio e fez Pato e Luis Fabiano se movimentarem para abrir espaços.

No começo, a estratégia parecia que iria funcionar. Com Pato ligado e saindo bastante da área, os paulistas impuseram um ritmo veloz e envolveram os donos da casa. Osvaldo, em noite inspirada (apesar de uma chance clara perdida no fim do primeiro), deitou e rolou pelo lado esquerdo, e o gol tricolor parecia questão de tempo. No entanto, aos poucos o ímpeto são-paulino diminuiu e os alagoanos equilibraram o duelo. Rogério Ceni deixou de ser espectador e foi bem quando exigido. Mesmo limitado, muito faltoso e com problemas na marcação, o CSA estava vivo no jogo.

Por pouco tempo. Na noite de Pato, Osvaldo assumiu o protagonismo e fez um lindo gol. Após receber passe do camisa 11, dentro da área, ele girou, driblou dois zagueiros e soltou uma bomba, no ângulo. Que gol!

Em vantagem, Muricy colocou Ganso, que entrou bem e criou boas jogadas. Em uma delas, Pato quase marcou, mas parou nas mãos de Pantera. O CSA também desperdiçou algumas chances, mas saiu satisfeito com a oportunidade de fazer o jogo da volta.

Já classificado no Paulistão, o Tricolor volta a campo no domingo, contra o Ituano, em casa. A partida interessa ao Corinthians, que está a dois pontos da equipe de Itu, segunda colocada do grupo B.

FICHA TÉCNICA:
CSA 0 x 1 SÃO PAULO

Local: Rei Pelé, Maceió (AL)
Data/Hora: 12/03/2014 - 22h
Árbitro: Renan Roberto de Souza (PB)
Assistentes: Luis Filipe Gonçalves Correa e Oberto da Silva Santos (ambos da PB)
Renda/Público: R$ 383.000,20/17.006 torcedores
Cartões amarelos: Charles Vagner (CSA); Alvaro Pereira (SAO)

Gol: Osvaldo, 8'/2ºT (0-1);

CSA: Pantera; Pedro Silva, Roberto Dias, Tiago Garça e Mineiro; Charles Vagner, Lucas, Santos (Williams Vassoura, 16'/2ºT) e Daniel Costa; Uederson (Thiago, 15'/2ºT) e Jeferson Maranhense. Técnico: Oliveira Canindé

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antonio Carlos (Edson Silva, 27'/2ºT) e Alvaro Pereira; Wellington, Maicon, Pabon e Osvaldo (Ademilson, 39'/2ºT); Alexandre Pato e Luis Fabiano (Ganso, 25'/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho