icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
20/11/2014
16:22

Maior jogador da história do basquete brasileiro, Oscar Schmidt gerou indignação e vaias de alunos de uma faculdade particular de Caruaru (PE), no último domingo. Ao dar uma palestra sobre obstinação, ele se irritou com algumas falhas técnicas nos equipamentos, se desentendeu com pessoas da organização e levou estudantes a abandonarem o local.

" A palestra foi uma total baixaria. Ele chamou vários palavrões, insultou e humilhou a plateia em todos os momentos. Reclamava o tempo todo com as pessoas que estavam tirando fotos dele, dizendo que estava ali para contar a história dele e não para ser fotografado, pois quem quisesse tirar foto poderia ir embora", disse a estudante Cybeli Oliveira, por meio do Facebook, em post que gerou mais de cem compartilhamentos.

De acordo com ela, o "Mão Santa" teria chegado atrasado e enfrentou dificuldades para conectar seu notebook. Foi sugerido que ele passasse o slide para um pendrive, o que o ex-jogador teria se negado a fazer, alegando que ninguém poderia ter acesso aos seus materiais exclusivos. A palestra começou com cerca de meia-hora de atraso. Mas os problemas não pararam por aí. Isso porque o microfone de Oscar também apresentou falhas.

"Só presenciei quinze minutos de palestra, pois eu e mais centenas de pessoas nos retiramos. Esses poucos minutos foram suficientes para transformar aquele momento de satisfação e de aprendizado em ódio. Em minutos, aquele tão desejado palestrante nos mostrou pessoalmente o seu lado mal educado, torpe, grosso, sem escrúpulos...Parabéns Oscar Schmidt!! Você conseguiu que quase 3 mil pessoas sentissem vergonha e nojo de você", disse Cybeli.

A Fadire, rede universitária que organizou o evento, divulgou um comunicado interno aos alunos a respeito do incidente e explicou o motivo da escolha de Oscar. Mas reconheceu o que chamou de atitude "grosseira" do ex-jogador. De acordo com o UOL, Oscar teria cobrado R$ 40 mil pela palestra.

"Viemos por meio desta esclarecer que o Núcleo Administrativo FADIRE/CONHECER selecionou, para falar de "Obstinação", um jogador mundialmente reconhecido, campeão no esporte em que jogava, reconhecido como um dos cinco maiores palestrantes do Brasil, para apresentar seu exemplo de vida e superação. Entretanto, enfatizamos que este núcleo não compactua e nem aceita a atitude grosseira do palestrante para com os alunos, os quais deixaram seus afazeres no dia de domingo, pós-feriado, para buscar conhecimento", disse o comunicado.

Procurado pelo LANCE!Net para dar sua versão dos fatos, Oscar não atendeu as ligações nem foi encontrado através da assessoria de imprensa. Desde 2011, ele luta contra um câncer no cérebro e já passou por duas cirurgias.