icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/07/2014
11:30

Oscar Pistorius, campeão paralímpico de atletismo e participante dos Jogos Olímpicos de Londres, está sofrendo um trauma pelo processo que vem sofrendo por ter assassinado sua namorada, a modelo a modelo Reeva Steenkamp, e estaria propenso a cometer suicídio, é o que diz o relatório lido nesta quarta-feira pelo advogado de defesa Barry Roux.

– O senhor Pistorius sofre com um transtorno de stress pós-traumático pelos eventos que têm ocorrido. Atualmente, ele sofre de um transtorno de estresse pós-traumático e transtorno depressivo maior – relatou Barry Roux.

O sul-africano passou por uma bateria de exames, ordenado pela corte, para saber de sua condição mental e se isso poderia ser um fator para ter atirada em sua esposa. Porém, os resultados dos exames não aponteram nenhum tipo de problema em Pistorius.

Ele tem recebido cuidados médicos para se manter estável pelo estresse que vem sofrendo.

– Se ele não receber assistência clínica adequada, sua condição é pode se agravar e aumentar os riscos de suicídio.

Se for considerado culpado, Oscar Pistorius pode pegar pena de 15 anos a prisão perpétua, com direito a pedido de liberdade condicional depois de 25 anos.