icons.title signature.placeholder Bruno Andrade e Guilherme Cardoso
04/11/2013
17:39

O ex-jogador Oscar ainda não se conforma com a não classificação da Seleção Brasileira masculina para a Copa do Mundo de Basquete, em 2014, na Espanha. Mas o fracasso brasileiro na disputa da Copa América, que dava vaga para a competição, não é a única coisa que irrita o ex-atleta. Ele se mostrou indignado com a candidatura da Confederação Brasileira de Basquete (CBB) para receber um dos quatro convites para a disputa da competição.

- Espero que não apareça (o convite). Vou ser o primeiro crítico se isso acontecer. Não classificou em quadra e vai jogar porque pagou? Teria vergonha de jogar pela Seleção em um campeonato que pagou para jogar - afirmou o Mão Santa em evento para anunciar uma parceria da Gillette com o Instituto Ayrton Senna, em São Paulo.

A Federação Internacional de Basquete (Fiba) vai convidar quatro seleções para a disputa da competição. Na semana passada, a entidade divulgou que 15 confederações se candidataram às vagas. Para fazer sua escolha, a entidade vai analisar a situação de cada equipe e do basquete nesses países, além de pedir o pagamento de uma contribuição.

Ao ser questionado se chamaria o Brasil para disputar o Mundial, Oscar foi categórico:

- Não convidaria, claro que não! Vai jogar pagando a vaga? É ridículo. Espero que não dêem essa possibilidade. Serei o maior crítico.

A Fiba vai revelar os convidados para a competição durante uma reunião da entidade, nos dias 1 e 2 de fevereiro de 2014. O sorteio das chaves será logo em seguida, no dia 3.