icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/03/2014
07:07

Ex-presidente do Conselho de Orientação do Corinthians e um dos principais líderes da oposição até a última eleição no clube, Antonio Roque Citadini ironizou Luiz Paulo Rosenberg, 1º vice-presidente, e o estádio do São Paulo, o Morumbi.

Na última quarta-feira, Rosenberg afirmou que foi um erro o Corinthians ter aceitado ser sede da abertura da Copa do Mundo porque deveria ter gastado apenas R$ 450 milhões em um "estádiozinho" para 45 mil pessoas em Itaquera. Em vez disso, tem uma dívida de mais de R$ 1 bilhão por atender todas as exigências da Fifa. Para ele, o Morumbi deveria receber a abertura da Copa.

"Sem a Copa do Mundo dificilmente teríamos estádios novos e modernos. Qualquer trabalho seria para construir estádios iguais aos atuais. Se o estádio do Timão não fosse para abrir a Copa, estaríamos na mesma situação do São Paulo na reforma do Morumbi. O estádio do Timão só está saindo por causa da Copa. Parabéns ao Timão que soube aproveitar a fase. Sem a Copa seríamos um Morumbi", escreveu Citadini, no Twitter.

Depois, cutucou os rivais são-paulinos. "O vice Rosenberg está equivocado sobre o Morumbi abrir a Copa. Seria inviável. É um estádio irreformável. Agiu bem a Fifa.", completou.

Ao receber mensagens de são-paulinos, admitiu que fala como corintiano mesmo:

"Engraçados esses tricolores. Quando falo do SPFC, eles chiam. O que querem? Que diga que o Morumbi é uma beleza. Loucura. Esqueçam essa. Sou torcedor do Timão. Não sou comentarista de rádio ou TV. Nada de imparcialidade".

Pronto? Fifa faz mais uma vistoria na Arena Corinthians