icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/12/2013
09:32

O período de espera para o Billabong Pipe Masters em memória do havaiano Andy Irons começa neste domingo e com um swell promissor no North Shore, e os melhores surfistas do mundo podem cair na água logo início da manhã (a partir das 16h, horário de Brasília). A parada final do ASP 2013 (Associação de Surfistas Profissionais) decide o título mundial entre o australiano Mick Fanning e o americano Kelly Slater, e também aponta o campeão do cobiçado título da Tríplice Coroa Havaiana

Os candidatos estiveram presentes para entrevista coletiva do Billabong Pipeline Masters, e para o australiano Mick Fanning , duas vezes campeão mundial e atual líder do ranking, a ideia é entrar para competir relaxado.

"Ano passado foi emocionante, porque eu era um franco competidor, mas este ano a sensação é melhor. Muita coisa pode acontecer (para eu ganhar o título mundial). Tivemos uma longa pausa antes do evento em Pipeline, mas eu tenho mantido minha mente ocupada quando começo a pensar sobre o título mundial" contou.

Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial e seis vezes vencedor em Pipeline, deve ganhar as Billabong Pipe Masters se quiser reivindicar o seu 12º título.

Apesar de ser o surfista mais premiado na história de Pipeline, ele sabe que não terá uma tarefa fácil.

"Me sentindo muito relaxado, mas tenho certeza que quando o evento começar a realidade será outra. Espero que Mick ( Fanning) não chegue às semis como ele fez em todos os outros eventos dessa temporada. Estou muito animado e acho que nós teremos boas ondas nos próximos dois dias" declarou.

Joel Parkinson, da Austrália, atual campeão mundial, defende o título do Billabong Masters Champion, mas não está mais na disputa pelo título mundial. Apesar disso, está pronto para tentar repetir a vitória no pico mais emblemático do mundo.

"É a oportunidade de surfar com um outro cara em Pipe e ainda tenho a chance de ser novamente um Pipe Master. O evento não tem a mesma energia que no ano passado, mas é de longe a mais honrada competição para se vencer"disse.

Michel Bourez, do Taiti e 11º da ASP, está empatado em primeiro lugar no ranking da Tríplice Coroa Havaiana, ao lado do havaiano Ezequiel Lau. O taitiano começou com uma grande vitória no Reef Hawaiian Pro, mas tropeçou em Sunset Beach e está à procura de um desempenho de destaque em na última etapa.

"É sempre bom vencer aqui no Havaí, especialmente Haleiwa porque eu ganhei há dez anos. Eu fui mal em Sunset, mas estou feliz de estar na liderança, ao lado de Zeke (Ezequiel Lau)", declarou.

Ezekiel Lau pontuou na divisão de acesso e conquistou a vitória na Vans World Cup of Surfing. A vitória o colocou na liderança do ranking ao lado de Bourez e agora vai disputar o Billabong Pipeline Masters pela primeira vez na carreira.

"Estou muito feliz por estar ao lado desses caras e este é o meu primeiro ano no Pipe Masters. Estou muito animado. Tento não pensar nos caras que irei enfrentar e já surfei aqui toda minha vida. Eu realmente gosto de surfar em Pipe e conheço muito aquela onda, e vou tentar usar isso a meu favor", afirmou.

Logo na abertura, provável para às 8h (16h, horário de Brasília), Ezekiel Lau enfrentará Patrick Gudauskas (EUA), na primeira bateria do Billabong Pipe Masters. Os catarinenses Alejo Muniz e Ricardo dos Santos e o potiguar Jadson André fazem a estreia na primeira bateria. O evento pode ser acompanhado pela internet ao vivo pelo site www.vanstriplecrownofsurfing.com.