icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/11/2013
11:37

O elenco do Palmeiras vive dias de indefinição, já que 13 jogadores, além do técnico Gilson Kleina, têm contrato apenas até o final do ano. Para o atacante Serginho, porém, a maior preocupação do grupo no momento é com as férias.

- O clima é de tranquilidade, tem de sorrir, brincar, não pode mais colocar coisa na cabeça. Agora é brincar, se divertir, deixar o tempo passar e a diretoria resolver. O pessoal está pensando mais em estar com a família, os filhos e amigos neste final de ano - disse ele.

- O pensamento do pessoal é de ficar e contribuir no próximo ano. Todos estão tranquilos pelo objetivo alcançado. Vamos cumprir os dois jogos, descansar e aí pensar nisso. Eles estão esperando isso para o pessoal chamar para conversar com eles. Não estamos pensando nisso. Fizemos o que tinha de fazer, nossa obrigação. Temos de ter tranquilidade para terminar o ano bem. Não sabemos o que acontece, mas o pessoal está tranquilo - falou.

Porém, Serginho também está de olho em sua própria renovação de contrato. Ele tem vínculo até o final de maio do próximo ano e sonha em ficar.

- Não quero fazer número apenas. É o meu sonho e eu quero ficar no grupo. Todos me receberam muito bem, fiz amizades com todos aqui dentro. Sou um cara que não tem diferença com ninguém. Sempre trabalhei para renovar e ficar aqui por muito tempo, para fazer história, como já fiz ao ser campeão. É algo maravilhoso para o meu currículo e eu quero sempre mais - completou.