icons.title signature.placeholder Bruno Rodrigues
icons.title signature.placeholder Bruno Rodrigues
24/07/2013
07:00

O fraco desempenho do São Paulo até aqui na temporada parece ter deixado o torcedor são-paulino sem esperança alguma. Descrença que se traduz em fraco público ao longo deste Brasileirão.

Atualmente, o Tricolor possui a oitava pior média da competição, com apenas 9.009 torcedores por partida. A maior lotação do Morumbi nesta edição do Nacional veio no clássico com o Santos, no último dia 7 de julho, quando 11.819 pagantes marcaram presença no Cícero Pompeu de Toledo.

Ainda, para diminuir o ímpeto dos tricolores justamente no momento em que o time mais precisa, o clube tratou de afastar o torcedor. Sábado, integrantes da Independente impediram que torcedores protestassem contra Juvenal Juvêncio no portão principal do Morumbi após revés para o Cruzeiro.

No dia seguinte, o presidente se envolveu em confusão com partidários da oposição em um churrasco realizado na sede social, que contou também com membros da organizada. O maior problema, porém, ocorreu na última segunda-feira, quando o canal oficial do sócio-torcedor divulgou a nota da Torcida Tricolor Independente. A resposta dos torcedores veio imediatamente.

– Definitivamente não tinha nada a reclamar do programa, porém não dá para ver uma diretoria estabelecendo uma ditadura tirana e soberba que, além de ser incompetente, fraca e amadora, ataca seus associados do clube e oposição. Não bastasse o papelão deste atentado absurdo, ainda utilizaram o e-mail do sócio-torcedor para enviar a todos nota de esclarecimento da organizada. Esta foi a gota d‘água para nós – disse Lucas Dias, um dos torcedores que cancelaram sua conta, ao LANCE!Net.

Além de Lucas, mais são-paulinos utilizaram as redes sociais para confirmarem os cancelamentos dos seus planos. A direção disse que o erro foi de um funcionário e que não compactua destas opiniões. O problema é que a desculpa parece não ter agradado e isso se refletirá ainda mais nas arquibancadas.

O fraco desempenho do São Paulo até aqui na temporada parece ter deixado o torcedor são-paulino sem esperança alguma. Descrença que se traduz em fraco público ao longo deste Brasileirão.

Atualmente, o Tricolor possui a oitava pior média da competição, com apenas 9.009 torcedores por partida. A maior lotação do Morumbi nesta edição do Nacional veio no clássico com o Santos, no último dia 7 de julho, quando 11.819 pagantes marcaram presença no Cícero Pompeu de Toledo.

Ainda, para diminuir o ímpeto dos tricolores justamente no momento em que o time mais precisa, o clube tratou de afastar o torcedor. Sábado, integrantes da Independente impediram que torcedores protestassem contra Juvenal Juvêncio no portão principal do Morumbi após revés para o Cruzeiro.

No dia seguinte, o presidente se envolveu em confusão com partidários da oposição em um churrasco realizado na sede social, que contou também com membros da organizada. O maior problema, porém, ocorreu na última segunda-feira, quando o canal oficial do sócio-torcedor divulgou a nota da Torcida Tricolor Independente. A resposta dos torcedores veio imediatamente.

– Definitivamente não tinha nada a reclamar do programa, porém não dá para ver uma diretoria estabelecendo uma ditadura tirana e soberba que, além de ser incompetente, fraca e amadora, ataca seus associados do clube e oposição. Não bastasse o papelão deste atentado absurdo, ainda utilizaram o e-mail do sócio-torcedor para enviar a todos nota de esclarecimento da organizada. Esta foi a gota d‘água para nós – disse Lucas Dias, um dos torcedores que cancelaram sua conta, ao LANCE!Net.

Além de Lucas, mais são-paulinos utilizaram as redes sociais para confirmarem os cancelamentos dos seus planos. A direção disse que o erro foi de um funcionário e que não compactua destas opiniões. O problema é que a desculpa parece não ter agradado e isso se refletirá ainda mais nas arquibancadas.