icons.title signature.placeholder Bruno Giufrida
13/11/2013
07:34

Descobridor de Neymar e Robinho, o avaliador Roberto Antonio dos Santos, conhecido como Betinho, está com seus dias contados no Santos. Afastado por licença médica até o dia 23 de dezembro, ele fez duras críticas à diretoria do Peixe, que deve demiti-lo assim que retornar às atividades. O presidente em exercício, Odílio Rodrigues, contudo, rebateu as declarações do olheiro e fez questão de convidá-lo para uma conversa.

- Eu vi no jornal que o Betinho disse que tem uma porção de denúncias a fazer. Eu estou convidando ele publicamente, que venha fazer as denúncias. Ele está de licença, quando voltar os superiores dele vão definir se ele vai ficar ou não. Mas eu, como presidente, estou convidando ele para fazer essas denúncias agora – afirmou Odílio, após a vitória do Alvinegro por 2 a 0 diante do Criciúma, pela decisão da Copa do Brasil Sub-20, na Vila Belmiro.

O presidente do Santos entende o afastamento de Betinho, mas afirma que assim que ele retornar será avaliado por seus superiores. Em seguida, será notificado se permanece no cargo de avaliador ou não.

- A gente vai respeitar que ele está de licença e vai ser mantido enquanto estiver de licença médica. Quando ele voltar, os superiores dele vão definir se ele vai ficar ou não, uma avaliação que todo profissional está sujeito – completou.

As fortes declarações do presidente foram provocadas pelas afirmações do avaliador do Peixe. Notificado da decisão que já teria sido tomada pela diretoria, Betinho desabafou contra a atual gestão de Odílio Rodrigues.

- Eu sei que tem coisa errada lá dentro. Eu tenho tudo documentado. Não sou nenhum bandido, sempre fiz meu trabalho. Tem que mandar embora quem faz as coisas erradas, não eu. Eu descobri Robinho e Neymar, só isso, além de vários outros jogadores – argumentou o avaliador.

Por causa da justificativa de que a demissão seria por “corte de gastos”, Betinho fez questão de salientar que seu salário no clube não é alto e que, até hoje, recebe ajuda financeira dos ídolos do Peixe.

- O que recebo lá não me deixa milionário. Os dois me ajudam até hoje financeiramente. Lá, a gente não ganha nem alimentação, eles dão cesta básica para a gente. Só quero a gratidão deles (Robinho e Neymar), isso que me satisfaz – completou.