icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/12/2013
18:25

Presidente em exercício do Santos, Odílio Rodrigues afirmou que Luis Alvaro Ribeiro, que está licenciado do cargo máximo do clube, não falou com ele sobre uma possível volta. Além disso, também não quis palpitar sobre a decisão do dirigente afastado.

- Eu mantenho contato telefônico com ele, que é pessoa com quem aprendi quando convivi. Ele está melhorando bastante, continua em tratamento, nunca falou para mim sobre voltar. A licença vai até o meio do ano que vem. Por direito, o cargo pertence a ele, essa é uma decisão pessoal dele, não compete a mim julgar - disse Odílio, em entrevista à Rádio Globo.

Luis Alvaro completa 71 anos nesta segunda-feira. Ele assumiu o Santos em 2010 e faturou seis títulos desde então. Em sua gestão - ele foi reeleito em 2011 com mais de 80% dos votos - o Peixe aumentou consideravelmente o número de sócios (hoje tem pouco mais de 50 mil adimplentes), diminuiu a dívida e promoveu mudanças no estatuto, como o limite de reeleições e a instauração do Comitê de Gestão. Por outro lado, amargou a perda do Mundial de Clubes de 2011, a eliminação da semifinal da Libertadores de 2012 e a goleada por 8 a 0 para o Barcelona.

Desde o ano passado, o cartola tem enfrentado diversos problemas de saúde, tendo sido internado algumas vezes desde então. O vice Odílio Rodrigues assumiu o dia a dia do clube e passou a tormar as principais decisões. Recentemente, ele disse que Luis Alvaro estava sofrendo de depressão.