icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/03/2014
10:02

Em uma categoria tão antiga, números, estatísticas e recordes são facilmente apontados e, nessa temporada, não será diferente. O Grande Prêmio da Austrália, em Melbourne, se mostrou especial para três pilotos em particular: Kevin Magnussen, Daniel Kvyat e Nico Rosberg.

O alemão, além de se sagrar vencedor de um grande prêmio pela quarta vez em sua carreira, encostou nos números de seu pai, Keke Rosberg, que tem cinco vitórias no currículo. Em outra coincidência, Keke venceu a primeira corrida de Fórmula 1 disputada na Austrália, em Adelaide, há exatos 29 anos, usando um carro de número 6, mesmo de Rosberg em Melbourne. 

Já Kevin Magnussen, pode ser orgulhar de ser o único piloto dinamarquês a alcançar um pódio na categoria, além de ser o primeiro a marcar pontos desde 1998, quando, curiosamente, seu pai, Jan Magnussen foi sexto colocado no Canadá. Kevin é o primeiro novato a terminar sua estreia com um pódio, desde Lewis Hamilton, em 2007. À época, Lewis também se classificou em quarto e terminou a prova em terceiro, com o mesmo carro, na mesma prova.

Daniel Kvyat, com seu décimo lugar, se tornou o piloto mais jovem na história da Fórmula 1 a terminar uma prova na zona de pontuação, deixando no segundo lugar, ninguém menos que Sebastian Vettel, que por três anos, correu na mesma escuderia de Kvyat, a STR.