icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
30/04/2014
11:30

O Nacional (AM) não será o único desafio do Corinthians nesta quarta-feira, a partir das 22h (horário de Brasília), pela segunda fase da Copa do Brasil. O retrospecto ruim nos novos estádios será mais um obstáculo para Mano Menezes & Cia. já que a equipe atuará pela primeira vez na Arena da Amazônia, palco de quatro jogos da Copa do Mundo.

O Timão atuou nas novas arenas em sete oportunidades e saiu com os três pontos uma única vez – contra o Bahia, em Salvador. A vitória, por 2 a 0 (dois gols de Alexandre Pato) foi a única até agora...

No Maracanã, palco da final do Mundial, derrotas para Botafogo e Flamengo, Na Arena Mané Garrincha, em Brasília, empate com o Vasco. Na Arena Pernambuco, a derrota mais inesperada, diante do rebaixado Náutico, por 1 a 0. E os resultados ruins não acontecem apenas nos estádios que serão utilizados na Copa.

Até mesmo na arena do Grêmio, que está fora do Mundial, o Corinthians se deu mal. Uma derrota pelo Brasileirão e um empate sem gols na Copa do Brasil, que antecedeu ao revés nos pênaltis, com direito a uma cobrança indolente de Alexandre Pato – revés foi fundamental para a crise que se instalou na sequência e, principalmente, para sua liberação.

Com obras e tudo! Corinthians vai à Arena Amazônia pela Copa do Brasil

A Arena da Amazônia será mais um palco a ser desbravado pelos corintianos. Mais uma chance de brilhar com a torcida tão perto, depois de ter se trocado num vestiário novinho e de jogar num gramado que beira a perfeição como é o de Manaus.

Em entrevista coletiva ontem à tarde, após o treino de reconhecimento na capital amazonense, Mano Menezes não quis colocar as condições favoráveis encontradas na Arena para o seu lado. Para ele, as duas equipes irão usufruir do estádio.

– É uma vantagem para o futebol, certamente nosso adversário gostará bastante de jogar aqui, como nós estamos achando maravilhoso jogar num estádio de Copa do Mundo, numa condição muito melhor para produzir um futebol melhor – afirmou.

– Aproveitar esse gramado depende de sua própria competência – completou o treinador alvinegro.

É bom aprender mesmo. Afinal, a Arena Corinthians vem aí. E lá não haverá tempo para se adaptar...

ESTREIAS DO TIMÃO NAS NOVAS ARENAS:

Maracanã
Também pelo Nacional do ano passado, Timão não conseguiu superar o Fluminense. Empate por 0 a 0 no estádio que receberá a final da Copa do Mundo no Brasil.

Mané Garrincha
Em Brasília, Corinthians empata com o Vasco por 1 a 1, gol de Emerson. Jogo ficou marcado por briga de facções das torcidas na arquibancada.

Arena do Grêmio
Estádio não será palco da Copa, mas também é novo. Derrota por 1 a 0, gol de Barcos, pelo Brasileirão. Mais um tropeço corintiano nas novas arenas.

Arena Itaipava
Náutico vence por 1 a 0 na última rodada do BR-2014, último jogo de Tite.

Arena Fonte Nova
Pelo Brasileirão-2014, Corinthians vence o Bahia por 2 a 0, com dois gols de Pato, que no início deste ano foi para o São Paulo em troca de Jadson.

Arena Corinthians
Será inaugurado no jogo contra o Figueirense, dia 18, pelo Brasileirão, ou talvez no dia 14, se houver jogo de volta contra o Nacional, pela Copa do Brasil.