icons.title signature.placeholder Marcello Vieira
29/04/2014
07:03

Os conselheiros do Fluminense votam nesta terça-feira, em reunião do Conselho Deliberativo do clube, a homologação de Marcelo Gonçalves, CEO da Travel Ace e um dos fundadores do site booking.com, como novo vice-presidente de marketing da instituição. Mais do que o preenchimento de uma pasta que estava vaga, passa pela aprovação de Marcelo uma série de grandes mudanças que pode ocorrer na administração do Tricolor nos próximos dias. Isto porque o provável novo executivo faz parte de um grupo bem-sucedido no mercado e que conta com o aval do presidente Peter Siemsen para modificar a gestão do marketing e da comunicação do Fluminense.

O LANCE!Net apurou que os tricolores deste grupo em sua maioria são diretores executivos (CEO) das empresas nas quais trabalham. Eles apoiaram o atual presidente desde as eleições realizadas em 2010 e agora decidiram se aproximar para ajudar ocupando cargos efetivamente.

E MAIS
- Afinados, dupla Fred e Sobis faz a diferença a favor do Fluminense

L!TV:
> Tem espaço para ele! Walter vai continuar no Fluminense


– É um grupo de executivos que já vem colaborando com ideias. Mas, mais importante do que ideias, precisamos que eles ajudem também no dia a dia com decisões e posições no clube. A cadeira de vice de marketing estava vazia, tive uma reunião com eles, que se empolgaram definitivamente e decidiram ajudar – disse Peter Siemsen, ao L!Net.

Além de Marcelo Gonçalves, Rodrigo Terra, diretor da Geometry Global, deve assumir ainda nesta semana o cargo de diretor executivo de marketing. Com eles, também chegará um diretor de comunicação. A premissa para o início do trabalho será a subordinação da comunicação ao departamento de marketing.

Unimed torna-se prioridade

Assim que chegaram ao Rio de Janeiro nesta segunda-feira, Marcelo Gonçalves e Rodrigo Terra foram à Unimed-Rio para uma reunião. Existe o entendimento por parte dos novos dirigentes que a relação com a atual patrocinadora pode ser melhor conduzida, uma vez que o contrato vigente é uma exceção no mercado nacional, com valores anuais que se comparam ao preço de patrocinar a camisa de um gigante inglês como o Manchester United, por exemplo.

Já houve uma conversa com Celso Barros e a intenção é de estreitar os laços com a patrocinadora de forma que ela também possa participar de ações. O pensamento dos novos executivos do clube é o de dar à Unimed uma atenção proporcional ao tamanho do investimento que ela faz no clube.

Demissões em massa descartadas

A chegada dos novos profissionais de marketing ao Fluminense, pelo menos neste início, não deve significar uma grande mudança nas equipes que atualmente trabalham no clube. O LANCE!Net apurou que Marcelo Gonçalves recebeu boas referências das pessoas que atualmente integram estes setores e quer conhecê-las antes de tomar qualquer decisão. De toda forma, não haverá terceirização dos setores

Nesta terça, Marcelo Gonçalves e Rodrigo Terra terão uma reunião com os departamentos na qual poderão conhecer as pessoas que integram a estrutura administrativa do Flu. A assessoria de imprensa do futebol não sofrerá mudanças. Assessor executivo de Peter Siemsen, Jackson Vasconcelos também deve passar a cuidar mais diretamente dos assuntos relacionados ao presidente, deixando a comunicação sob maior responsabilidade dos novos contratados. A tendência é que o diálogo inicial norteie os próximos passos.