icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/03/2014
11:08

O Porto demitiu o treinador Paulo Fonseca durante a semana, e promovou Luís Castro do time B para o principal. Pela sua antiga equipe, que disputa a Segunda Divisão do Campeonato Português, estava na liderança. Agora em sua nova função, acredita que ainda possa conseguir títulos, e lembrou que a torcida é muito necessária neste momento. O seu antecessor chegou a admitir que os jogadores estavam fragilizados.

- A equipe do Porto precisa sentir o carinho dos sócios e simpatizantes. Será fundamental sentir a dedicação de quem gosta de nós. Essa será uma parte ativa e fundamental no percurso que vamos trilhar e que a equipe viverá - começou Luís Castro:

- Apelo à dedicação da massa associativa, enquanto nós tentaremos retribuir com bons resultados e exibições de qualidade. Vamos tentar que tudo seja do agrado de todos e conseguir o objetivo que é ganhar títulos.

Luís Castro, que faz sua estreia no Porto neste domingo contra o Arouca, pela 22ª rodada do Campeonato Português, falou sobre a importância de dirigir o time principal do Dragão. O clube está na terceira colocação do torneio, e tem nove pontos de desvantagem em relação ao Benfica, líder.

- Este é o maior desafio da minha carreira e pensamos que podemos ultrapassá-lo de forma positiva. Vamos trabalhar para que tudo dê certo no que falta da temporada - concluiu.