icons.title signature.placeholder Guilherme Amaro
icons.title signature.placeholder Guilherme Amaro
02/07/2013
07:13

Ele chega seis meses depois do que o Santos esperava, mas nem por isso está menos empolgado. Após uma longa negociação, com idas e vindas, o lateral-esquerdo Eugenio Mena enfim pode falar como novo reforço do Santos. O chileno chegou ao Brasil na tarde de segunda-feira e, em entrevista exclusiva ao LANCE!Net mostrou empolgação com o novo desafio.

Aos 24 anos, o jogador, que tem passagens pela seleção chilena, se diz em forma e preparado para logo estrear pelo Peixe. Ele fará exames na tarde de hoje e, se aprovado, assinará contrato de empréstimo de um ano. Ao fim do período, no entanto, o clube deve exercer a preferência de compra que tem dele. O negócio gira em torno de R$ 7,7 milhões e terá participação da Teisa (Terceira Estrela Investimentos, grupo de empresários ligado ao Santos).

– Já estava vindo da temporada anterior e, depois das férias, estava trabalhando. Estou bem fisicamente e acho que vou me adaptar bem, espero estar o mais rápido possível trabalhando com o grupo – afirmou Mena, que sofreu com algumas lesões musculares quando defendeu a Universidad de Chile.

Mena estava na Universidad de Chile desde 2010 (Foto: AFP)

Apesar de já ter um acerto com o Alvinegro, Mena adotou cautela e não quis posar para fotos com a camisa ou a bandeira do novo clube. Ousado dentro de campo, o chileno mostrou ser tímido com as palavras. Fez elogios ao Santos, disse querer aprender com o veterano Léo e prometeu: raça não irá faltar. Confira abaixo a entrevista:

O que sabe sobre o Santos?
Vim me informando sobre o clube e sei que é um time muito importante aqui, com uma torcida bastante linda. Como eu disse antes, estou muito contente com essa oportunidade de jogar aqui, sei que a cidade de Santos é muito linda também...

O Léo, titular da posição, é um grande ídolo do clube. Como acha que será a disputa com ele?
É lindo poder ter a oportunidade de jogar com o Léo. É um cara que sei que vou aprender bastante e fico contente de poder disputar posição com ele. Sei que é um ídolo do clube, um grande jogador.

Para o torcedor que não te conhece, qual é seu estilo? Prefere atacar ou jogar na defesa?
Gosto bastante do ataque, mas vou e volto bastante pela lateral. Jogo com muita gana, disputando todas as jogadas. Não tenho preferência, ataco e marco.

Além de atuar na lateral, você também pode jogar em outras posições, sobretudo no meio, né?
Isso... Posso ocupar várias posições pelo lado do campo, tanto na defesa, quanto no meio.

Além de você, o Santos tem outros estrangeiros que falam espanhol, como Montillo, Miralles e Patito. Pensa em ter aulas de português para se adaptar melhor?
(Risos). Talvez, tenho que aprender logo a falar português.

Você chegou a atuar com o Montillo, na Universidad?
Eu o conheço, mas não chegamos a jogar juntos. Ele saiu um pouco antes de eu chegar, mas sei que é um belíssimo jogador de meio.

Deixe um recado para a torcida santista e diga o que os alvinegros podem esperar de você.
Vou fazer tudo o que posso para os torcedores santistas e o clube fiquem contentes comigo, com minha forma de jogar. Como eu disse, tenho muita gana, vou em todas as bolas e espero fazer bons jogos com meus novos companheiros. Não tenho nenhum problema físico e chego bem, pronto para jogar. Estou feliz de chegar neste grande clube.

Ele chega seis meses depois do que o Santos esperava, mas nem por isso está menos empolgado. Após uma longa negociação, com idas e vindas, o lateral-esquerdo Eugenio Mena enfim pode falar como novo reforço do Santos. O chileno chegou ao Brasil na tarde de segunda-feira e, em entrevista exclusiva ao LANCE!Net mostrou empolgação com o novo desafio.

Aos 24 anos, o jogador, que tem passagens pela seleção chilena, se diz em forma e preparado para logo estrear pelo Peixe. Ele fará exames na tarde de hoje e, se aprovado, assinará contrato de empréstimo de um ano. Ao fim do período, no entanto, o clube deve exercer a preferência de compra que tem dele. O negócio gira em torno de R$ 7,7 milhões e terá participação da Teisa (Terceira Estrela Investimentos, grupo de empresários ligado ao Santos).

– Já estava vindo da temporada anterior e, depois das férias, estava trabalhando. Estou bem fisicamente e acho que vou me adaptar bem, espero estar o mais rápido possível trabalhando com o grupo – afirmou Mena, que sofreu com algumas lesões musculares quando defendeu a Universidad de Chile.

Mena estava na Universidad de Chile desde 2010 (Foto: AFP)

Apesar de já ter um acerto com o Alvinegro, Mena adotou cautela e não quis posar para fotos com a camisa ou a bandeira do novo clube. Ousado dentro de campo, o chileno mostrou ser tímido com as palavras. Fez elogios ao Santos, disse querer aprender com o veterano Léo e prometeu: raça não irá faltar. Confira abaixo a entrevista:

O que sabe sobre o Santos?
Vim me informando sobre o clube e sei que é um time muito importante aqui, com uma torcida bastante linda. Como eu disse antes, estou muito contente com essa oportunidade de jogar aqui, sei que a cidade de Santos é muito linda também...

O Léo, titular da posição, é um grande ídolo do clube. Como acha que será a disputa com ele?
É lindo poder ter a oportunidade de jogar com o Léo. É um cara que sei que vou aprender bastante e fico contente de poder disputar posição com ele. Sei que é um ídolo do clube, um grande jogador.

Para o torcedor que não te conhece, qual é seu estilo? Prefere atacar ou jogar na defesa?
Gosto bastante do ataque, mas vou e volto bastante pela lateral. Jogo com muita gana, disputando todas as jogadas. Não tenho preferência, ataco e marco.

Além de atuar na lateral, você também pode jogar em outras posições, sobretudo no meio, né?
Isso... Posso ocupar várias posições pelo lado do campo, tanto na defesa, quanto no meio.

Além de você, o Santos tem outros estrangeiros que falam espanhol, como Montillo, Miralles e Patito. Pensa em ter aulas de português para se adaptar melhor?
(Risos). Talvez, tenho que aprender logo a falar português.

Você chegou a atuar com o Montillo, na Universidad?
Eu o conheço, mas não chegamos a jogar juntos. Ele saiu um pouco antes de eu chegar, mas sei que é um belíssimo jogador de meio.

Deixe um recado para a torcida santista e diga o que os alvinegros podem esperar de você.
Vou fazer tudo o que posso para os torcedores santistas e o clube fiquem contentes comigo, com minha forma de jogar. Como eu disse, tenho muita gana, vou em todas as bolas e espero fazer bons jogos com meus novos companheiros. Não tenho nenhum problema físico e chego bem, pronto para jogar. Estou feliz de chegar neste grande clube.