icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/07/2013
21:26

Contratado junto ao Metalist Kharkiv (UCR), o atacante Willian foi bastante elogiado pelo técnico Marcelo Oliveira e também pelo diretor de futebol Alexandre Mattos.

A disposição tática do jogador, sobretudo o fato de ele atuar pelos dois flancos do gramado, é algo que agrada ao comandante estrelado.

– O Willian faz os dois lados do ataque, é conhecido por ser um jogador tático, mas tem envolvimento ofensivo e faz muitos gols, devido à boa finalização. Temos boas opções para este setor no elenco – avaliou.

E MAIS
- Marcelo Oliveira elogia movimentação do ataque do Cruzeiro contra Náutico

GALERIA DE FOTOS
- Veja as imagens da vitória do Cruzeiro sobre o Náutico

Marcelo Oliveira ainda abordou as diferenças entre Diego Souza e Willian. Segundo ele, o Cruzeiro perde em cadência no setor de criação, mas é beneficiado pela mobilidade.

– Às vezes, independe da vontade do clube e do técnico. O futebol também um negócio. Perdemos um pouco em experiência, mas ganhamos em velocidade. Temos uma equipe de mais movimentação. Espero que os homens de frente se comportem assim – afirmou.

Contratado junto ao Metalist Kharkiv (UCR), o atacante Willian foi bastante elogiado pelo técnico Marcelo Oliveira e também pelo diretor de futebol Alexandre Mattos.

A disposição tática do jogador, sobretudo o fato de ele atuar pelos dois flancos do gramado, é algo que agrada ao comandante estrelado.

– O Willian faz os dois lados do ataque, é conhecido por ser um jogador tático, mas tem envolvimento ofensivo e faz muitos gols, devido à boa finalização. Temos boas opções para este setor no elenco – avaliou.

E MAIS
- Marcelo Oliveira elogia movimentação do ataque do Cruzeiro contra Náutico

GALERIA DE FOTOS
- Veja as imagens da vitória do Cruzeiro sobre o Náutico

Marcelo Oliveira ainda abordou as diferenças entre Diego Souza e Willian. Segundo ele, o Cruzeiro perde em cadência no setor de criação, mas é beneficiado pela mobilidade.

– Às vezes, independe da vontade do clube e do técnico. O futebol também um negócio. Perdemos um pouco em experiência, mas ganhamos em velocidade. Temos uma equipe de mais movimentação. Espero que os homens de frente se comportem assim – afirmou.