icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/02/2015
17:40

O atacante Freddy Adu, que chegou a ser considerado uma das grandes sensações do futebol nos últimos anos e comparado a Pelé, parece estar cada vez mais distante do esporte. Dispensado do Jagodina, clube médio da Sérvia, no fim do ano passado, agora Adu (com 25 anos) se aventura como "promoter" de uma casa noturna em Washington, capital dos Estados Unidos.

Adu passou pelo Brasil em 2013, mas não deixou muitas saudades na torcida do Bahia. Chegou a passar por um período de testes na Holanda, com o AZ Alkmaar, mas não foi aprovado, e enfim foi para o Jagodina. Depois de sair, em dezembro, tentou a sorte no Blackpool, da Segunda Divisão da Inglaterra, mas o treinador acabou não aprovando o "novo Pelé", como chegou a ser chamado nos Estados Unidos.

O ainda jovem jogador começou a chamar a atenção aos 13 anos, quando chegou a assinar um contrato milionário com a Nike. Chegou até a encontrar com Pelé, e ambos tiraram algumas fotos juntos se divertindo. Aos 14 assinou contrato com o DC United, e com a mesma idade já tinha até marcado um gol pelo clube. Virou sensação, foi para o Benfica, mas nunca conseguiu de fato brilhar, e agora começa a tentar uma nova vida, mesmo sem ter anunciado aposentadoria.