icons.title signature.placeholder Marcello Vieira
08/11/2013
17:12

O cenário político do Fluminense está cada vez mais movimentado. Depois do evento de lançamento da candidatura de Deley e a confirmação de que Peter Siemsen disputará a reeleição, mais um movimento importante ocorreu nesta semana. Após reunião inicial com Flusócio, Esportes Olímpicos e Tricolor de Coração, a Democracia Tricolor decidiu romper com a chapa de apoio ao atual presidente. O LANCE!Net apurou que o grupo ainda terá uma reunião com os apoiadores da candidatura de Deley, mas a princípio mantém posição de neutralidade.

Conforme o LANCE!Net antecipou, os grupos que apoiam a reeleição de Peter Siemsen se reuniram segunda-feira, nas Laranjeiras, com o próprio presidente e o coordenador da campanha, Jackson Vasconcelos. Na ocasião, foi decidida que a divisão das cadeiras do Conselho Deliberativo, em caso de reeleição de Peter, ocorreria por ordem de tamanho. Neste sentido, a Flusócio teria mais vagas, seguida dos Esportes Olímpicos, Democracia e por fim, Tricolor de Coração. Desde o momento inicial, os representantes da Democracia Tricolor foram os que mais se mostraram insatisfeitos com o cenário.

Em razão da contrariedade demonstrada, Peter e Esportes Olímpicos se esforçaram para atender ao pedido da Democracia a fim de elevar o número de cadeiras e enfim chegaram a um acordo. Contudo, dias depois, em novos encontros que definiriam os nomes que integrariam a chapa, a Democracia Tricolou decidiu rever a posição e optou por retirar o apoio à situação. Cabe ressaltar que na mesma segunda-feira, algumas lideranças do grupo estiveram presentes no evento de lançamento da candidatura de Deley, no Clube Militar, Centro do Rio de Janeiro.

O espaço deixado pela Democracia pode ser preenchido na situação pelo grupo Ideal Tricolor, que terá assembleia na próxima terça-feira para repensar ou não a posição de neutralidade inicialmente tomada. Recentemente, Jackson Vasconcelos afirmou ao LANCE!Net que o retorno do Ideal, que rompera com a situação no último triênio, era provável. Por sua vez, as condições do grupo para este regresso seriam um papel mais relevante nas decisões e o Fluminense com um modelo administrativo menos centralizado e mais gerencial, o que já foi sinalizado positivamente pela situação. O Ideal é um dos grupos políticos do Flu que mais cresceram no último triênio.

Por sua vez, a Flusócio, principal base de apoio a Peter, começa a se reaproximar do Ideal e tem forte rejeição a apenas dois nomes do grupo. Ainda vale afirmar que existe uma chance considerada mais remota do Ideal decidir apoiar a candidatura de Deley. Enquanto não ocorre um novo desdobramento, a chapa da situação já possui os quadros políticos definidos.