icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/07/2013
17:57

Leonardo Silva surpreendeu e treinou entre os titulares na tarde desta segunda-feira. Faltando pouco mais de 48 horas para o duelo final contra o Newell's Old Boys, o jogador ainda tem a lembrança da lesão no ombro esquerdo, mas, frente a um compromisso tão fatal quanto esse da Libertadores, o zagueiro disse que vale o sacrifício.

- Vale sempre o sacrifício. A dor não me incomoda. Em qualquer jogo, se o atleta se sentir bem, se for benéfico e prudente, o atleta vai fazer de tudo para jogar - afirmou o jogador.

A recuperação de Léo Silva é algo que impressiona. O jogador teve uma lesão de risco alto no ombro, sendo encontrada uma luxação no local. Após 15 dias, o jogador já conseguiu participar de uma atividade intensa como o coletivo desta segunda.

LEIA MAIS:
- Surpresa: Atlético-MG treina com Leandro Donizete e Leonardo Silva

- É mais o departamento médico competente e nossa dedicação no tratamento. Ainda estou em processo de cura, mas com evolução muito boa. Demos uma carga mais forte para ver a minha reação - disse Léo, que preferiu adotar cautela em relação à sua confirmação na escalação do Galo.

- Espero poder ajudar da melhor maneira possível, vendo como me sinto com uma carga mais real ao do jogo, mas continuando no fortalecimento. Quem sabe quarta-feira eu ajudo. Mas estou em avaliação ainda.


Leonardo Silva surpreendeu e treinou entre os titulares na tarde desta segunda-feira. Faltando pouco mais de 48 horas para o duelo final contra o Newell's Old Boys, o jogador ainda tem a lembrança da lesão no ombro esquerdo, mas, frente a um compromisso tão fatal quanto esse da Libertadores, o zagueiro disse que vale o sacrifício.

- Vale sempre o sacrifício. A dor não me incomoda. Em qualquer jogo, se o atleta se sentir bem, se for benéfico e prudente, o atleta vai fazer de tudo para jogar - afirmou o jogador.

A recuperação de Léo Silva é algo que impressiona. O jogador teve uma lesão de risco alto no ombro, sendo encontrada uma luxação no local. Após 15 dias, o jogador já conseguiu participar de uma atividade intensa como o coletivo desta segunda.

LEIA MAIS:
- Surpresa: Atlético-MG treina com Leandro Donizete e Leonardo Silva

- É mais o departamento médico competente e nossa dedicação no tratamento. Ainda estou em processo de cura, mas com evolução muito boa. Demos uma carga mais forte para ver a minha reação - disse Léo, que preferiu adotar cautela em relação à sua confirmação na escalação do Galo.

- Espero poder ajudar da melhor maneira possível, vendo como me sinto com uma carga mais real ao do jogo, mas continuando no fortalecimento. Quem sabe quarta-feira eu ajudo. Mas estou em avaliação ainda.