icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
10/06/2014
10:00

Na semana passada, o vice-presidente de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, afirmou ao LANCE!Net que o clube havia desistido de contratar Diego Lugano para não atrapalhar a evolução dos jovens Rodrigo Caio e Lucão e o investimento feito nos jogadores criados nas categorias de base.

O presidente Carlos Miguel Aidar, no entanto, voltou a deixar o retorno do uruguaio em aberto. E colocou o zagueiro no mesmo panorama em que inseriu Kaká. Ou seja, o beque pode voltar ao Morumbi desde que manifeste o interesse.

– O Lugano, assim como o Kaká, tem o DNA do São Paulo e a decisão nas mãos. A diferença é que, com ele, teríamos que esperar a Copa do Mundo para analisar e conversar – assegurou o mandatário tricolor ao L!Net.

Lugano pega no pé de torcedor uruguaio que pede título da Copa

Se Aidar negou ter feito qualquer contato com os empresários de Kaká, ninguém no clube esconde que consultas a representantes e até ao próprio Lugano já foram feitas. O uruguaio, porém, sonha em atuar no Campeonato Alemão e teme manchar a imagem de ídolo que construiu entre 2003 e 2006 no São Paulo.