icons.title signature.placeholder Luiz Gustavo Moreira
08/11/2013
11:14

O técnico Oswaldo de Oliveira aproveitou o treinamento da manhã desta sexta-feira para ajeitar o posicionamento ofensivo e trabalhar algumas jogadas de ataque da equipe do Botafogo. A principal ausência da atividade foi o apoiador Lodeiro, que ficou na academia pelo terceiro dia seguido.

O meia-atacante Hyuri também ficou fora, após se apresentar com uma indisposição. O jogador deve treinar normalmente no sábado.

Durante a atividade, o treinador orientou bastante os jogadores e priorizou a movimentação dos armadores e do ataque. Uma jogada com a infiltração de Rafael Marques pelo meio, com lançamento de Seedorf, foi bastante utilizada, com sucesso.

Depois, os jogadores reservas entraram na atividade e iniciaram um coletivo. O time titular foi formado por: Jefferson; Edilson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos e Gabriel; Rafael Marques, Seedorf e Gegê; Elias.

E MAIS
- Em cena incomum, atletas do Bota se reúnem para ajustar detalhes do time
- Sina do Fogão: a cada estadual, um nacional para os rivais

Os reservas treinaram com Renan; Gilberto, Dankler, André Bahia e Lima; Lucas Zen e Renato; Octávio, Sassá e Henrique (Yguinho); Bruno Mendes.

EDILSON COM EXCESSO DE VONTADE

Conhecido pela disposição nos jogos e treinos, o lateral-direito Edilson excedeu-se durante a atividade. Ele deu uma entrada forte no atacante Henrique durante o coletivo e machucou o tornozelo esquerdo do companheiro. O camisa 9 ficou caído com muitas dores e foi atendido pela equipe médica do Alvinegro. Em seguida, deixou o campo anexo do Engenhão mancando bastante e sem a chuteira no local lesionado.


Henrique saiu de campo após sofrer entrada de Edílson (Foto: Luiz Gustavo Moreira)

Sem Henrique, o garoto Yguinho entrou no treino. Assim, Sassá passou a jogar na meia-esquerda. E Edilson voltou a dar entradas fortes. Foram duas no atacante, que não chegou a se lesionar com gravidade.