icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/07/2014
08:02

Anderson Martins e Ronaldo Ximenes se entreolharam quando o diretor de futebol disse que o zagueiro ficaria "pelo menos" um ano no Corinthians durante a apresentação do novo reforço, nesta sexta-feira. O jogador de 26 anos sorriu com a possiblidade levantada pelo dirigente e demonstrou confiança para estender o empréstimo autorizado pelo seu clube, o Al-Jaish (QAT), até junho de 2015. O problema é que o primeiro desafio não será conquistar Ximenes, mas sim a confiança de Mano Menezes.

- O que vai determinar minha permanência aqui é o trabalho que vou desempenhar. Tenho que me dedicar mais que os outros porque estou voltando agora (ao Brasil). Mas o grupo me recebeu super bem, e espero retribuir ao que foi feito. Vontade e desejo de vencer não vão faltar para eu ajudar o grupo do Corinthians - sentenciou o camisa 23.

Mano Menezes vê Gil como titular incontestável, mas Cleber só assumiu a vaga após as contantes falhas de Felipe, e ainda não é unanimidade. O novo reforço vem treinando entre os reservas, mas chegou duas semanas após o restante dos companheiros e ainda recupera a parte física.

Anderson Martins passou três temporadas no futebol árabe após se destacar com a camisa do Vasco na dupla com Dedé que venceu a Copa do Brasil de 2011. De volta ao futebol brasileiro, ele terá um ano para mostrar serviço, mas por enquanto se limita a comerar o sucesso da transferência. Liberado pelo Al-Jaish para acompanhar o nascimento do filho Lemuel, ele ficou um mês negociando detalhes de contrato (o salário foi reduzido de R$ 600 mil para cerca de R$ 200 mil) e mais duas semanas acertando a parte burocrática do vínculo.

- O que tinha que acontecer aconteceu. Às vezes há problemas burocráticos, isso acontece. Quando saí de la, conversei com presidente do clube e ele tinha me dado a liberação. Demorou um pouco, mas deu tudo certo - celebrou o zagueiro.