icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/04/2014
09:13

O presidente do Fluminense, Peter Siemsen, manifestou-se na manhã desta sexta-feira, através de nota oficial, e esclareceu como tem sido a relação com a patrocinadora do clube, a Unimed-Rio, após as declarações polêmicas do presidente da parceira, Celso Barros, insatisfeito com a demissão do técnico Renato Gaúcho.

O mandatário tricolor preferiu não polemizar, comentou que já existiram divergências de opiniões, ressaltando que essa parceira "foi, é e continuará sendo o maior, mais profundo, mais vigoroso e mais transformador patrocínio da história do futebol brasileiro", lembrando que as contratações de Conca e Walter e as conquistas recentes do clube no futebol só foram possíveis graças a parceria e reafirmou que o nome do futuro centro de treinamento do Flu levará o nome de Celso Barros.

CONFIRA O ESCLARECIMENTO NA ÍNTEGRA:

"Como presidente do Fluminense Football Club e em respeito à sua grande torcida, venho prestar alguns esclarecimentos sobre o episódio da saída do treinador Renato Portaluppi, bem como comentar as declarações do presidente da Unimed Rio, patrocinadora e grande parceira do Fluminense.

Por ser presidente de uma grande corporação e ter uma trajetória profissional inteiramente marcada pelo sucesso, o presidente da patrocinadora sabe que algumas decisões devem ser tomadas, mesmo que desagradem parte das lideranças da empresa. Ao fim e ao cabo, tudo se justifica se tal decisão tiver como objetivo garantir os resultados que perseguimos, a essência do planejamento e tranquilidade do ambiente de trabalho.

Muito tem sido dito sobre o modelo de gestão do Fluminense e a suposta “interferência” que exerce o presidente da patrocinadora no dia a dia do clube, como executivo da Unimed. Nem nesse e nem em qualquer outro episódio, embora possamos ter discordado, eu jamais admitiria ser descortês ou desrespeitoso com o patrocinador, uma vez que tenho plena consciência de que essa sua participação sempre foi extremamente contributiva e visava o melhor para o clube que ambos amamos e para a empresa que nos permitiu construir um Fluminense grande e vencedor.

Eu poderia relatar incontáveis histórias dos 15 anos daquele que foi, é e continuará sendo – tenho plena confiança nisso – o maior, mais profundo, mais vigoroso e mais transformador patrocínio da história do futebol brasileiro. Mas me aterei apenas aos fatos deste ano. Que outro clube no país foi capaz de anunciar reforços comparáveis a Conca e Walter? Pois esses grandes reforços só se tornaram realidade porque o Fluminense conta não apenas com o significativo aporte de recursos da Unimed, mas também, e principalmente, com a visão do patrocinador. A chegada de Walter, vale destacar, foi uma aposta exclusiva dele. E os fatos comprovaram, mais uma vez, a capacidade de julgamento do nosso parceiro. Que ninguém se iluda: nenhuma das grandes conquistas dos últimos anos seria possível sem Celso Barros e a Unimed. Por merecimento, o nosso novo Centro de Treinamento, marco do Fluminense cada vez mais forte, estruturado e bem gerido, levará o nome Celso Barros.

Feliz a torcida que tem um elenco formado por extraordinários jogadores. Feliz o torcedor que tem a honra de presidir seu clube de coração. Feliz o clube que tem uma história como a nossa e que pode se orgulhar de ter o melhor patrocinador do país.

Espero que esse episódio, que considero superado, seja o início de novos tempos e de vitórias. O amor que compartilhamos pelo Fluminense está acima de tudo.

Aproveito para dar boas vindas ao Cristóvão Borges, convocar a torcida para nosso próximo grande desafio pela Copa do Brasil e renovar meus votos de apreço ao torcedor Celso Barros e à Unimed"