icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
19/02/2015
18:30

Depois das primeiras impressões cautelosas sobre o estado físico de Dória, o departamento médico do São Paulo já se mostra mais confiante em relação ao inchaço no pé direito do zagueiro. Nesta quinta-feira, na reapresentação do elenco do Tricolor após a derrota por 2 a 0 para o Corinthians na Copa Libertadores da América, o beque foi avaliado e não deve ser problema para a sequência da temporada.

Em conversa rápida com a reportagem, o médico Auro Rayel explicou que Dória sofreu um trauma no pé direito e que o inchaço já está bem menor do que o apresentado na saída da Arena Corinthians, quando o beque precisou calçar um chinelo por não conseguir usar tênis. Para ajudar na recuperação do problema, o defensor foi o único titular do clássico que não correu no gramado nesta quinta e permaneceu fazendo tratamento na piscina.

Depois, o ex-botafoguense foi escalado para conceder entrevista coletiva no CT da Barra Funda e mostrou dificuldades para subir no palco onde a bancada destinada aos entrevistados fica posicionada. Perguntado sobre o problema, Dória explicou que começou a sentir dores após um carrinho sofrido no primeiro tempo em Itaquera, o que teria prejudicado sua atuação no Majestoso. Ainda assim, o zagueiro se mostrou satisfeito com o desempenho, mas preferiu não dar notas à atuação.

- Sofri um carrinho forte ainda no primeiro tempo e passei dor o jogo inteiro por isso. Mas estou tratanto direitinho e, se Deus quiser, já vai estar bom para poder jogar no sábado. Nesse negócio de nota eu não me ligo muito, não. Mas achei que estava fazendo meu melhor, na medida do possível, distribuindo passes para os meias e volantes - opinou.

Neste sábado, o São Paulo volta a campo pelo Campeonato Paulista e fará a estreia no Morumbi nesta temporada. Pela 6ª rodada do torneio estadual, o adversário será o Osasco Audax, às 17h. Se estiver recuperado do problema no pé direito, Dória ainda terá de esperar Muricy Ramalho decidir se poupará ou não os titulares.