icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/11/2014
18:40

Em noite com apenas um combate decidido nas papeletas dos juízes e seis lutas terminadas no primeiro round, Oton Jasse (TFT) finalizou Raphael Caçapa (PRVT), no evento principal do Wocs 39 e conquistou sua nona vitória na carreira. O Complexo Esportivo Bonitão, em Rio Bonito, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, recebeu pela primeira vez o show, neste sábado, dia 22 de novembro. A edição que fecha o ano acontece no dia 13 de dezembro, no Rio de Janeiro, com três disputas de cinturão.

O duelo principal da noite começou bastante movimentado com os dois atletas em busca do nocaute, mas Jasse logo prensou o adversário na grade e encaixou um justo triângulo de braço, forçando Caçapa a dar os três tapinhas no início do primeiro assalto, em combate que ocorreu em peso combinado de até 75kg. Ainda no cage, Oton agradeceu o apoio da sua equipe e levantou a possibilidade de descer para a categoria dos leves.

- Me diverti nessa luta. Queria agradecer aos meus professores da TFT que me deram muito apoio para esse combate. Prometi para muita gente que ia agarrar o pescoço dele e não podia decepcionar essa galera que torce por mim. Talvez desça para os leves, já que tenho batido o peso muito tranquilo, então essa é uma ideia que está sendo amadurecida - afirmou Jasse.

40ª edição fecha o ano do Wocs com três disputas de cinturão

O último show do Wocs no ano já tem data e local confirmados: será no tradicional berço da organização, o Clube Oasis, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, no dia 13 de dezembro. Comemorando a marca de quarenta edições realizadas, o evento contará com três disputas de cinturão nas categorias dos meio-médios, penas e moscas.

- Depois de belas lutas que tivemos aqui em Rio Bonito, vamos com tudo para fechar o ano com chave de ouro. Montamos um grande card na edição 40, com três disputas de título e tenho certeza que quem for ao Oasis no dia 13 vai assistir a grandes combates recheados de emoção - disse Tatá Duarte, um dos organizadores do evento, junto com Phillip Lima.

Nocaute relâmpago, vitórias no primeiro round e desclassificações agitam público

No coevento principal da noite do Wocs 39, pela divisão dos penas, Junior Orelha e Vitor de Souza faziam um duelo muito equilibrado, até que no terceiro round, quando Vitor encaixou um belo arm-lock, Orelha acertou uma pisada ilegal na cabeça do oponente e foi desclassificado, coroando o atleta da casa com a vitória. No único duelo da noite que durou os três rounds, o experiente Jamilson Daduzinho venceu Douglas Ribeiro por decisão dividida dos árbitros laterais, conquistando sua oitava vitória na carreira, em duelo pela categoria dos moscas.

Fazendo seu debute no MMA, o peso-pena Alex Trem Bala estreou em grande estilo e nocauteou Fernando Haddad com apenas oito segundos do primeiro round. Em confronto de dois lutadores com grande envergadura, pela categoria dos leves (até 70kg), Rodrigo Zoi nocauteou Eduardo Dudu com uma sequência incrível de socos, que culminaram na desistência de Dudu ainda no primeiro assalto.

Natural de Rio Bonito, João Paulo Cardozo aproveitou o embalo da torcida, não decepcionou e conquistou seu segundo triunfo na carreira. Cardozo derrotou Matheus Soldado com um belo mata-leão, também no primeiro round, em duelo até 52kg. Na primeira luta da noite, pela categoria dos penas (até 66kg), Braga Neto foi desclassificado ao acertar um golpe ilegal conhecido como 'pedalada' no seu oponente Felipe Jones. Assim, o lutador da DTM teve o braço erguido, mais uma vez antes do término do primeiro round.

Resultados oficiais

Até 75kg: Oton Jasse (TFT) finalizou Raphael Caçapa (PRVT) com um triângulo de mão aos 1min e 07seg do primeiro round
Até 66 kg: Vitor de Souza (PRVT Rio Bonito) venceu Junior Orelha (Relma) por desclassificação (golpe ilegal) aos 3min e 32seg do terceiro round
Até 57kg: Jamilson Daduzinho (TFT) venceu Douglas Ribeiro (BST/Team Baioneta) por decisão dividida dos juízes laterais
Até 66kg: Alex Trem Bala (Max Gideon MMA) venceu Fernando Hadad (NJ JJ) por nocaute técnico aos oito segundos do primeiro round
Até 70kg: Rodrigo Zoi (TFT) venceu Eduardo Dudu (DTM) por nocaute técnico aos 1min e 52seg do primeiro round
Até 52kg: João Paulo Cardoso (PRVT Rio Bonito) finalizou Matheus Soldado (Ric House) com um mata-leão aos 1min e 55seg do primeiro round
Até 66kg: Felipe Jones (DTM) venceu Braga Neto (TFT) após desclassificação (golpe ilegal) aos 4min e 21seg do primeiro round