icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
11/02/2015
21:36

O provável jogo de despedida de Marcelo Moreno no Grêmio foi sem brilho, sem gols e sem vitória. Novamente esbarrando em suas limitações para criar jogadas e pecando no setor defensivo, o Imortal foi derrotado pelo Brasil de Pelotas por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, na Arena, pela 4ª rodada do Gauchão. Com o gol marcado por Nena após falha de Marcelo Grohe, o Xavante se manteve na ponta da competição, com dez pontos.

ETAPA INICIAL COM POUCAS CHANCES CLARAS

O Grêmio pouco acionou Marcelo Moreno nos 45 minutos iniciais do provável jogo de despedida do centroavante. Muito marcado por um Brasil-P que fechou espaços nos minutos iniciais, Moreno ainda viu os xavantes terem a primeira oportunidade com Alex Amado, salva por Marcelo Grohe. Porém, aos poucos, o Grêmio foi tomando as rédeas da partida.

Com Douglas distribuindo jogadas, Lincoln, Everton e Marcelo Oliveira se revezaram na tentativa de lançamentos, mas a bola não chegou limpa para Marcelo Moreno. Coube a Rafael Galhardo proporcionar a primeira chance clara na noite da Arena, em cobrança de escanteio salva por Eduardo Martini. Em seguida, Everton bateu de longe e o camisa 1 novamente foi salvada. E só.

Esbarrando em suas limitações, o Imortal viu o Brasil-P desperdiçar a chance de surpreender na reta final. Alex Amado aproveitou desatenção no lado direito e partiu como quis até a área. Só que, no momento da finalização, o atacante foi desarmado por Rhodolfo. 

NENA MARCA E GRÊMIO DESPERDIÇA SÉRIE DE CHANCES

O Grêmio voltou do intervalo apresentando os mesmos erros de setor defensivo do fim da etapa inicial. Walace hesitou diante de Washington, que serviu Alex Amado. O atacante finalizou e a bola desviou em Rhodolfo. Na cobrança de escanteio, veio o castigo aos gremistas. Após cobrança de escanteio, Marcelo Grohe falhou na saída da meta e Nena empurrou para o gol vazio aos quatro minutos.

Em desvantagem no placar, Felipão promoveu a entrada do lateral-esquerdo Júnior no lugar do volante Walace. O Imortal esboçou uma reação. Douglas alçou falta para a área e Eduardo Martini espalmou, impedindo chegada de Marcelo Moreno. Em seguida, Everton se desvencilhou de um marcador e obrigou novamente o camisa 1 a fazer boa defesa. No entanto, o Brasil-P seguia perigoso nos contra-ataques, e assustou com Nena e Márcio Hann.   

Vendo os minutos correrem e o gol do Grêmio, Luiz Felipe Scolari lançou Paulinho e Everaldo nos lugares de Douglas e Everton, respectivamente. A equipe se tornou ainda mais veloz, e viu Paulinho, Rafael Galhardo e Everaldo desperdiçarem suas oportunidades. Apagado, Marcelo Moreno foi notado apenas em uma cabeçada fraca e em uma tentativa de cavar um pênalti.

Após Lincoln, aos 47 minutos do segundo tempo, cabecear para fora a última chance de empate, o Brasil-P pôde comemorar a manutenção da liderança do Gauchão. A lembrança que Marcelo Moreno levará da Arena será a das vaias que a torcida destinou à equipe do Grêmio.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO GAÚCHO

GRÊMIO 0x1 BRASIL DE PELOTAS

Data-Hora: 11/02/15 - 19h30

Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Renda/Público: R$ 379.000,00 / 13.673 pagantes

Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)

Assistentes: Edelmar Palmeira (RS) e André da Silva Bittencourt (RS)

Cartões amarelos: Walace, Paulinho (GRE), Cirilo, Wender, Nena, Leandro Leite (BRP).

Gol: Nena, 4/2ºT (0-1)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Rafael Galhardo, Rhodolfo, Erazo e Marcelo Oliveira; Walace (Júnior, 9/2ºT), Fellipe Bastos, Douglas (Paulinho, 19/2ºT), Lincoln e Everton (Everaldo, 27/2ºT); Marcelo Moreno. Técnico: Técnico: Luiz Felipe Scolari

BRASIL-P: Eduardo Martini; Wender, Cirilo, Fernando Cardozo e Rafael Forster; Leandro Leite, Washington, Márcio Hann (Galiardo, 25/2ºT) e Felipe Garcia (Ricardo Schneider, 31/2ºT); Alex Amado e Nena (Gustavo Papa, 42/2ºT). Técnico: Rogério Zimmermann