icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
02/11/2014
21:22

Anderson Pico talvez tenha caído de vez nas graças da torcida do Flamengo neste domingo. Em noite de bela exibição, o lateral rubro-negro abriu o caminho para os 3 a 0 sobre a Chapecoense no Maracanã, e ainda acertou belo cruzamento para um dos gols de Nixon. O atacante também brilhou com as duas bolas na rede.

Com a vitória, o Flamengo subiu uma posição e está agora na 10ª colocação do Brasilerio, com 43 pontos. A Chapecoense, com 36, permanece na 15ª posição. Na próxima rodada, o Flamengo encara o Sport, domingo, na Ilha do Retiro. Mas antes disso, o rubro-negro tem o segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil, quarta-feira, contra o Atlético-MG, no Mineirão.

PRIMEIRO TEMPO

Um começo de jogo lá e cá no Maracanã. Entretanto, as chances mais perigosas foram para o lado rubro-negro. Aos 13 minutos, bombardeio do Fla: depois de um bate-rebate na área da Chapecoense, a bola sobrou para Nixon, que tirou do goleiro mas perdeu o ângulo, chutando em cima da defesa catarinense. No rebote, Gabriel tentou bater colocado, rasteiro, mas a zaga visitante salvou novamente.

Na sequência do lance, Luiz Antônio errou um passe no meio de campo e deixou o atacante da Chapecoense cara a cara com Paulo Victor. Mas o goleiro rubro-negro fez jus a boa fase que vem tendo e salvou o Flamengo de sair atrás no placar. Ainda aos 13 minutos, Nixon puxou o contra-ataque e acertou a bola no travessão do goleiro Danilo.

Cinco minutos mais tarde, aos 18, Léo Moura desperdiçou um pênalti após a bola bater no braço de Rafal Lima em cruzamento de Anderson Pico. O capitão rubro-negro sentiu um incômodo na coxa direita no momento da cobrança e precisou ser substituído por Léo. Aos 37, mais uma baixa no rubro-negro: o atacante Gabriel também sentiu um incômodo na coxa e foi substuído por Eduardo da Silva. Aos 43 minutos o time visitante teve a melhor chance da primeira etapa: em cobrança de falta, Thiago Luiz colocou a bola na área e Bruno Silva chegou por trás para cabecear no travessão de Paulo Victor.

SEGUNDO TEMPO

A postura do Flamengo para o segundo tempo era clara: toque de bola e paciência. Só que o gol veio rápido: aos 11 minutos,  Anderson Pico aproveitou vacilo da defesa, roubou a bola na entrada da área e soltou uma bomba, de pé direito, sem chances para o goleiro Danilo. E não deu tempo nem da Chapecoense assimilar o gol. Aos 15 minutos, Eduardo da Silva rolou para Pico, e o lateral cruzou com perfeição para Nixon se antecipar e cabecear para o fundo da rede.

Aos 19 minutos, mais uma grande chance rubro-negra: Léo foi até a linha de fundo, cruzou com perfeição para Luiz Antônio cabecear no cantinho. Danilo se esticou todo e fez grande defesa. Aos 24 minutos, a vitória transformou-se em goleada. Léo tabeou con Canteros, foi ao fundo e cruzou na medida para Nixon, que pegou de voleio, sem chances para Danilo. Depois disso, o Flamengo apenas admistrou o placar. Sem dar chances ao adversário, o rubro-negro confirmou a goleada no Maracanã


FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 3 X 0 CHAPECOENSE

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 2/11/2014 - 19h30
Árbitro: Wilson Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto e Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO)
Gols: Anderson Pico (10'/2ºT), Nixon (15'/2ºT), Nixon (24'/2ºT)
Cartões amarelos: Léo, Rodrigo Biro, Amaral
Cartôes vermelhos:
Público e renda: 25.941 pagantes/31.984 presentes - R$ 888.112,50

FLAMENGO: Paulo Victor; Léo Moura (Léo, 25'/1ºT), Wallace, Samir e Anderson Pico; Amaral, Márcio Araújo, Luiz Antonio (Matheus, 28'/2ºT) e Canteros; Gabriel (Eduardo da Silva, 37'/1ºT) e Nixon - Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CHAPECOENSE: Danilo; Fabiano (Vanderson, 28'/2ºT), Rafael Lima, Douglas Grolli e Rodrigo Biro; Bruno Silva, Ricardo Conceição (Yuri, 15'/2ºT), Diones e Tiago Luis (Bruno Rangel, 28'/2ºT); Fabinho Alves e Leandro - Técnico: Jorginho