icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/07/2013
21:53

O meia-atacante Bernard renovou seu carinho pelo Atlético-MG na noite desta quarta-feira e, ao ser expulso por Paulo César Oliveira por tirar a camisa no gol que fez na derrota para o Furacão, deu declarações fora do campo do Independência destacando o assunto de sua saída do clube. Bernard ratificou sua vontade de resolver o interesse do futebol europeu sem pensar somente na grana.

- Estou me dando um prazo para pensar há algum tempo. Mas dinheiro não é tudo na vida. Quero a minha felicidade e se for para ficar num lugar ganhando menos e sendo feliz, quero isso - afirmou o jogador.

Bernard quer ir para o Porto, ao que tudo indica. Mas o Atlético-MG, através de Alexandre Kalil, confirmou que só o Shakhtar deu oferta formal de 25 milhões de euros (R$ 78 milhões) a serem pagos de uma vez só. Porém, o time ucraniano não é a preferência de Bernard, que discute o assunto com a família.

- Já deixei claro que eu quero ficar, mas como eu disse, a pressão anda muito grande de todos os lados. Tenho que dormir com esse peso. Peço direção para Deus que me leve para algum lugar - afirmou o jogador, que lembrou do assunto como desgastante e até prejudicial para o seu trabalho:

- É muita pressão, especulação. Isso está enchendo o saco. Todo dia tenho de falar sobre ir embora, na concentração eu só penso nisso. Isso atrapalha dentro de campo, mas Deus está no controle de todas as coisas e está vendo qual o meu futuro.

Em possível despedida de Bernard, Atlético-PR faz 2 a 1 no Galo

Uma vez até morrer

Quando marcou um belo gol de canhota, Bernard saiu para celebrar e, amarelado, tirou a camisa do Atlético para mostrar uma outra com a seguinte mensagem:

- Uma vez até morrer - trecho do hino do Atlético-MG.

Paulo César de Oliveira não poupou a jovem estrela do Galo e lhe aplicou o segundo amarelo. Quando dava a entrevista acima para os jornalistas na saída do campo do Independência, o Atlético-PR empatou o jogo.

Bernard com camisa fortalecendo laço com o Galo (Foto: Gil Leonardi/LANCE!Press)

O meia-atacante Bernard renovou seu carinho pelo Atlético-MG na noite desta quarta-feira e, ao ser expulso por Paulo César Oliveira por tirar a camisa no gol que fez na derrota para o Furacão, deu declarações fora do campo do Independência destacando o assunto de sua saída do clube. Bernard ratificou sua vontade de resolver o interesse do futebol europeu sem pensar somente na grana.

- Estou me dando um prazo para pensar há algum tempo. Mas dinheiro não é tudo na vida. Quero a minha felicidade e se for para ficar num lugar ganhando menos e sendo feliz, quero isso - afirmou o jogador.

Bernard quer ir para o Porto, ao que tudo indica. Mas o Atlético-MG, através de Alexandre Kalil, confirmou que só o Shakhtar deu oferta formal de 25 milhões de euros (R$ 78 milhões) a serem pagos de uma vez só. Porém, o time ucraniano não é a preferência de Bernard, que discute o assunto com a família.

- Já deixei claro que eu quero ficar, mas como eu disse, a pressão anda muito grande de todos os lados. Tenho que dormir com esse peso. Peço direção para Deus que me leve para algum lugar - afirmou o jogador, que lembrou do assunto como desgastante e até prejudicial para o seu trabalho:

- É muita pressão, especulação. Isso está enchendo o saco. Todo dia tenho de falar sobre ir embora, na concentração eu só penso nisso. Isso atrapalha dentro de campo, mas Deus está no controle de todas as coisas e está vendo qual o meu futuro.

Em possível despedida de Bernard, Atlético-PR faz 2 a 1 no Galo

Uma vez até morrer

Quando marcou um belo gol de canhota, Bernard saiu para celebrar e, amarelado, tirou a camisa do Atlético para mostrar uma outra com a seguinte mensagem:

- Uma vez até morrer - trecho do hino do Atlético-MG.

Paulo César de Oliveira não poupou a jovem estrela do Galo e lhe aplicou o segundo amarelo. Quando dava a entrevista acima para os jornalistas na saída do campo do Independência, o Atlético-PR empatou o jogo.

Bernard com camisa fortalecendo laço com o Galo (Foto: Gil Leonardi/LANCE!Press)