icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/11/2013
08:26

Embora admitam que a conquista da Série B é quase insignificante para um clube grande, os jogadores do Palmeiras festejaram o título no campo e no vestiário após vencerem o Boa por 3 a 0, no sábado, no Pacaembu. A atitude foi elogiada pelo presidente Paulo Nobre, que rasgou elogios ao grupo de jogadores que ele se acostumou a definir como "sangue na veia".

- Quando você se elege presidente de um clube como o Palmeiras, você tem que se focar só no trabalho, abrir mão de quase tudo na sua vida. Vamos pensar em comemoração em 2015 (após seu mandato). Vamos deixar a torcida comemorar, os jogadores comemorarem, que merecem. Tenho muito orgulho, eles honraram a camisa. Subir não é mais que obrigação e temos ciência, mas as pessoas têm que entender que obrigação dá muito trabalho - disse.

Boa parte do atual elenco e o técnico Gilson Kleina ficam sem contrato em 31 de dezembro. Com todos os objetivos da temporada conquistados, o Palmeiras promete intensificar nos próximos dias as negociações. Com o técnico, o discurso é de que a intenção é continuar. Sobre os 13 atletas com situações indefinidas, Nobre não comenta.

- Estamos tratando todas as renovações de contrato de forma interna e trabalhando junto com a comissão técnica para saber quem interessa e quem não interessa - completou.

Jogadores do Palmeiras invadem coletiva e comemoram título