icons.title signature.placeholder Michel Castellar
12/07/2014
20:11

Eleito o melhor da partida, o atacante Arjen Robben disse que, após o time ter disputado a Copa do Mundo desacreditado, o terceiro lugar obtido nesta tarde contra o Brasil, no Estádio Mané Garrincha, após a vitória por 3 a 0, foi um prêmio. Alegre, o holandês ainda frisou que o seu desejo é o de continuar a serviço da seleção.

- Foi a melhor forma de encerrar esse torneio. Acho que merecíamos o terceiro lugar. Ninguém esperava que estivéssemos entre os quatro - frisou Robben.

O atacante holandês considerou que a equipe fez uma boa partida. E, sobre a atuação do Brasil, Robben destacou que é muito difícil mentalmente para uma equipe se reerguer após uma goleada, como ocorreu com a Seleção, na derrota por 7 a 1, para a Alemanha.

Após receber o prêmio de melhor em campo, Robben fez questão de agradecer o apoio dado pelos brasileiros à Holanda. Ele disse que toda a delegação vivenciou uma experiência única.

Em relação ao futuro, Robben, de 30 anos, foi claro: deseja continuar na seleção e não há planos para a aposentadoria. De acordo com o jogador do Bayern de Munique, o próximo objetivo é participar da Eurocopa-2016, na França.

- Faltam quatro anos para a próxima Copa e temos de aguardar para ver. Se puder falar por mim, enquanto meu corpo aguentar e sentir prazer em jogar, estarei na seleção porque é uma honra - disse Robben.