icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
29/07/2013
06:51

Apenas um dos quatro brasileiros que caíram na água no Palau Sant Jordi, nesta segunda-feira, conseguiu a classificação para a semifinal de uma prova do Mundial de Esportes Aquáticos. Nicolas Oliveira, nos 200m, foi o responsável pela única passagem dos nadadores do país em Barcelona.

Nicolas cravou 1m46s99 na distância e ficou com o segundo melhor tempo das eliminatórias. Ele ficou à frente de nomes como o francês Yannick Agnel, campeão olímpico da prova, e o americano Ryan Lochte, atual campeão mundial desta disputa.

- Fazer 1m46 me deixa muito feliz. Ainda bem que foi 1m46s99. Se tivesse feito 1m47s00 já seria diferente. Está bom. Fiz o melhor tempo da minha vida sem traje. Eu sabia que estava bem, e agora vamos para cima - disse Nicolas logo após a prova.

As semifinais serão disputadas ainda na tarde desta segunda-feira, e Nicolas poderá ser a quarta classificação do país para uma final no Mundial. Além dele, Cesar Cielo, Nicholas Santos (50m borboleta) e o revezamento 4x100m livre já conseguiram avançar à fase decisiva.

Os outros brasileiros não tiveram a mesma sorte na arena espanhola. Etiene Medeiros foi a 21ª primeira colocada dos 100m costas feminino - apenas as 16 primeiras colocadas se classificavam. Ela ficou com o tempo de 1m01s75.

Daniel Orzechowski também não logrou êxito e ficou com a mesma 21ª posição de Etiene, só que na prova masculina dos 100m costas. Ele estabeleceu o tempo de 55s09, insuficiente para enviá-lo à fase semifinal da disputa.

Por fim, completou a saga ruim dos brasileiros a peitista Beatriz Travalon. Ela fez 1m11s39 nas eliminatórias dos 100m peito e ficou com a 39ª colocação - muito distante das atletas que se classificaram para a fase decisiva.

Apenas um dos quatro brasileiros que caíram na água no Palau Sant Jordi, nesta segunda-feira, conseguiu a classificação para a semifinal de uma prova do Mundial de Esportes Aquáticos. Nicolas Oliveira, nos 200m, foi o responsável pela única passagem dos nadadores do país em Barcelona.

Nicolas cravou 1m46s99 na distância e ficou com o segundo melhor tempo das eliminatórias. Ele ficou à frente de nomes como o francês Yannick Agnel, campeão olímpico da prova, e o americano Ryan Lochte, atual campeão mundial desta disputa.

- Fazer 1m46 me deixa muito feliz. Ainda bem que foi 1m46s99. Se tivesse feito 1m47s00 já seria diferente. Está bom. Fiz o melhor tempo da minha vida sem traje. Eu sabia que estava bem, e agora vamos para cima - disse Nicolas logo após a prova.

As semifinais serão disputadas ainda na tarde desta segunda-feira, e Nicolas poderá ser a quarta classificação do país para uma final no Mundial. Além dele, Cesar Cielo, Nicholas Santos (50m borboleta) e o revezamento 4x100m livre já conseguiram avançar à fase decisiva.

Os outros brasileiros não tiveram a mesma sorte na arena espanhola. Etiene Medeiros foi a 21ª primeira colocada dos 100m costas feminino - apenas as 16 primeiras colocadas se classificavam. Ela ficou com o tempo de 1m01s75.

Daniel Orzechowski também não logrou êxito e ficou com a mesma 21ª posição de Etiene, só que na prova masculina dos 100m costas. Ele estabeleceu o tempo de 55s09, insuficiente para enviá-lo à fase semifinal da disputa.

Por fim, completou a saga ruim dos brasileiros a peitista Beatriz Travalon. Ela fez 1m11s39 nas eliminatórias dos 100m peito e ficou com a 39ª colocação - muito distante das atletas que se classificaram para a fase decisiva.