icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
31/07/2013
08:02

Nicholas Santos ainda não digeriu completamente o quarto lugar nos 50m borboleta do Mundial de Esportes Aquáticos de Barcelona, na última segunda-feira. Dois dias depois, o brasileiro publicou uma carta em seu perfil no Facebook, falando sobre a derrota.

Apesar de ter o melhor tempo da prova na temporada - 22s81 -, conquistado na fase semifinal, Nicholas não logrou êxito em ir ao pódio. Ele ficou com a quarta colocação, atrás de Cesar Cielo, Eugene Godsoe e Frédérick Bousquet. Na carta, intitulada "Tão longe e tão perto", Nicholas afirma ter perdido para si mesmo.

"Confesso que os resultados dos 50m borboleta nao me emocionou (sic), pois os tempos foram fracos e longe do esperado. A sensação de perder pra mim mesmo nessa prova é a pior de todas, e confesso que ficar em segundo ou terceiro "hoje" representaria a mesma coisa", desabafou Nicholas por meio da rede social.

Ele ainda revelou que o medalhista de bronze da prova, o francês Fredérick Bousquet, lhe mandou uma mensagem após a disputa. Nela, o ex-companheiro de treinos na Universidade de Auburn, nos Estados Unidos, afirmou que Nicholas é o melhor do mundo nesta prova.

"Se alguém merecia vencer essa prova, era você. Todo mundo que ninguém nada os 50m borboleta melhor do que você no mundo. Sei que você irá provar isto muito em breve. Precisamos de mais nadadores como você", reconheceu Bousquet.


Nicholas Santos ainda não digeriu completamente o quarto lugar nos 50m borboleta do Mundial de Esportes Aquáticos de Barcelona, na última segunda-feira. Dois dias depois, o brasileiro publicou uma carta em seu perfil no Facebook, falando sobre a derrota.

Apesar de ter o melhor tempo da prova na temporada - 22s81 -, conquistado na fase semifinal, Nicholas não logrou êxito em ir ao pódio. Ele ficou com a quarta colocação, atrás de Cesar Cielo, Eugene Godsoe e Frédérick Bousquet. Na carta, intitulada "Tão longe e tão perto", Nicholas afirma ter perdido para si mesmo.

"Confesso que os resultados dos 50m borboleta nao me emocionou (sic), pois os tempos foram fracos e longe do esperado. A sensação de perder pra mim mesmo nessa prova é a pior de todas, e confesso que ficar em segundo ou terceiro "hoje" representaria a mesma coisa", desabafou Nicholas por meio da rede social.

Ele ainda revelou que o medalhista de bronze da prova, o francês Fredérick Bousquet, lhe mandou uma mensagem após a disputa. Nela, o ex-companheiro de treinos na Universidade de Auburn, nos Estados Unidos, afirmou que Nicholas é o melhor do mundo nesta prova.

"Se alguém merecia vencer essa prova, era você. Todo mundo que ninguém nada os 50m borboleta melhor do que você no mundo. Sei que você irá provar isto muito em breve. Precisamos de mais nadadores como você", reconheceu Bousquet.