icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/07/2013
17:45

A estreia de Neymar no Barcelona só não foi sangrenta por detalhe. Em pouco mais de 15 minutos em campo, o jogador sofreu quatro faltas e ainda levou um empurrão fora de campo. Mesmo sendo parado a toda hora, o brasileiro deixou boa impressão no amistoso contra o Lechia Gdansk, que terminou empatado em 2 a 2. Os gols foram marcados por Sergi Roberto e Messi para o Barça, enquanto Bieniuk e Grzelczak fizeram para os donos da casa.

Caindo pela esquerda, o camisa 11 fez boas jogadas, tentou passe de letra e ainda foi à linha de fundo em duas oportunidades. O único porém foi a falta de tempo com Messi. O argentino aguentou mais que 45 minutos, mas saiu de campo um pouco antes da entrada do brasileiro. Agora, Neymar fará sua estreia no Camp Nou nesta sexta-feira, logo diante do Santos, sua ex-equipe.

O JOGO

O jogo foi muito mais equilibrado do que qualquer jogador do Barcelona pensava. Com um time rápido e em melhor forma - o Campeonato Polonês já começou - o Lechia Gdansk deu trabalho para o jovem time culé. Do lado dos espanhóis, o destaque, além de Messi, era Sánchez que chegava com perigo pela direita e quase marcou duas vezes no começo da partida.

Mas quem abriu o placar foi o time da casa. Após vacilo de Bartra, que deu de presente um escanteio, o capitão Bieniuk subiu mais que todo mundo e marcou. O gol é um antigo problema da defesa do Barcelona, que não lida bem com cruzamentos na área. Em lindo lance do chileno Sánchez, o Barça acabou empatando. Ele passou para Montoya, que cruzou para Sergi Roberto marcar o primeiro culé.

Com o empate, o jogo ficou bem aberto. Messi, que tinha começado dando bons passes para o camisa 9 chileno, deu uma sumida. Com isso, os velozes poloneses passaram a ter um pouco de vantagem e quase ampliaram em novo vacilo do jovem zagueiro Bartra, pior em campo da parte do Barcelona. No fim da primeira etapa, o capitão argentino bateu falta perto do gol de Bak.

A segunda etapa chegou e com ela, o cansaço de ambas as partes. Em melhor forma, o Lechia Gdansk voltou à frente no marcador, em falha da zaga do Barça e do goleiro Oier. Grzelczak aproveitou e enfiou uma bomba no gol. Antes do empate de Messi, os poloneses tiveram boa chance de ampliar com Pietrowski.

Como quem não faz, leva...o melhor jogador do mundo voltou a aparecer em lindo lance de Jonathan Dos Santos. O mexicano encontrou Sánchez dentro da área e o chileno viu Messi. O argentino tirou de Bak e empatou o jogo em bela finalização, bem característica.

Com o 2 a 2 no placar, a expectativa começou a crescer para a entrada de Neymar. Com apenas um dia de treino, a expectativa é que ele jogasse 30 minutos. Mas o tempo foi passando e nada de camisa 11 no Barça. Até que exatamente aos 33 da segunda etapa, o brasileiro fez sua estreia pelo Barcelona, entrando no lugar de Sánchez.

Em alguns minutos em campo, Neymar desfilou alguns dribles, sofreu quatro faltas, deu um passe de calcanhar e se irritou com a marcação dura e faltosa. Ele ainda conseguiu chegar à linha de fundo, buscando jogo. Faltou o gol, mas não faltou vontade. Talvez um pouco de paciência. Afinal, ele precisará se acostumar com a marcação individual e dura...


A estreia de Neymar no Barcelona só não foi sangrenta por detalhe. Em pouco mais de 15 minutos em campo, o jogador sofreu quatro faltas e ainda levou um empurrão fora de campo. Mesmo sendo parado a toda hora, o brasileiro deixou boa impressão no amistoso contra o Lechia Gdansk, que terminou empatado em 2 a 2. Os gols foram marcados por Sergi Roberto e Messi para o Barça, enquanto Bieniuk e Grzelczak fizeram para os donos da casa.

Caindo pela esquerda, o camisa 11 fez boas jogadas, tentou passe de letra e ainda foi à linha de fundo em duas oportunidades. O único porém foi a falta de tempo com Messi. O argentino aguentou mais que 45 minutos, mas saiu de campo um pouco antes da entrada do brasileiro. Agora, Neymar fará sua estreia no Camp Nou nesta sexta-feira, logo diante do Santos, sua ex-equipe.

O JOGO

O jogo foi muito mais equilibrado do que qualquer jogador do Barcelona pensava. Com um time rápido e em melhor forma - o Campeonato Polonês já começou - o Lechia Gdansk deu trabalho para o jovem time culé. Do lado dos espanhóis, o destaque, além de Messi, era Sánchez que chegava com perigo pela direita e quase marcou duas vezes no começo da partida.

Mas quem abriu o placar foi o time da casa. Após vacilo de Bartra, que deu de presente um escanteio, o capitão Bieniuk subiu mais que todo mundo e marcou. O gol é um antigo problema da defesa do Barcelona, que não lida bem com cruzamentos na área. Em lindo lance do chileno Sánchez, o Barça acabou empatando. Ele passou para Montoya, que cruzou para Sergi Roberto marcar o primeiro culé.

Com o empate, o jogo ficou bem aberto. Messi, que tinha começado dando bons passes para o camisa 9 chileno, deu uma sumida. Com isso, os velozes poloneses passaram a ter um pouco de vantagem e quase ampliaram em novo vacilo do jovem zagueiro Bartra, pior em campo da parte do Barcelona. No fim da primeira etapa, o capitão argentino bateu falta perto do gol de Bak.

A segunda etapa chegou e com ela, o cansaço de ambas as partes. Em melhor forma, o Lechia Gdansk voltou à frente no marcador, em falha da zaga do Barça e do goleiro Oier. Grzelczak aproveitou e enfiou uma bomba no gol. Antes do empate de Messi, os poloneses tiveram boa chance de ampliar com Pietrowski.

Como quem não faz, leva...o melhor jogador do mundo voltou a aparecer em lindo lance de Jonathan Dos Santos. O mexicano encontrou Sánchez dentro da área e o chileno viu Messi. O argentino tirou de Bak e empatou o jogo em bela finalização, bem característica.

Com o 2 a 2 no placar, a expectativa começou a crescer para a entrada de Neymar. Com apenas um dia de treino, a expectativa é que ele jogasse 30 minutos. Mas o tempo foi passando e nada de camisa 11 no Barça. Até que exatamente aos 33 da segunda etapa, o brasileiro fez sua estreia pelo Barcelona, entrando no lugar de Sánchez.

Em alguns minutos em campo, Neymar desfilou alguns dribles, sofreu quatro faltas, deu um passe de calcanhar e se irritou com a marcação dura e faltosa. Ele ainda conseguiu chegar à linha de fundo, buscando jogo. Faltou o gol, mas não faltou vontade. Talvez um pouco de paciência. Afinal, ele precisará se acostumar com a marcação individual e dura...