icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/07/2013
19:41

Alguns minutos após sua estreia oficial pelo Barcelona, Neymar se sentia realizado. Elogiou Messi, reiterou que estava feliz no clube, mas admitiu que o reencontro com o Santos lhe causa estranheza. O brasileiro vai rever sua antiga equipe na próxima sexta-feira, quando Barça e Peixe se enfrentam em amistoso internacional, no qual será disputado o Troféu Joan Gamper.

 - Será um pouco estranho, diferente enfrentar o Santos, mas darei meu máximo defendendo a camisa do Barcelona - comentou Neymar.

Sobre Messi, só elogios. O brasileiro falou o que todos já sabiam: que a relação entre os dois, inicialmente, é de fã para ídolo. Neymar, porém, foi além e elogiou também as qualidades do argentino fora de campo:

 - Messi é uma grande pessoa. É um ídolo para mim e estou muito feliz de jogar a seu lado. Falar dele é muito fácil, é um grande jogador. Sou muito feliz no Barcelona.

Finalmente, o jogador falou sobre o primeiro contato com o novo técnico, Tata Martino, e declarou que ainda precisa de mais minutos em campo para voltar à sua melhor forma:

 - Falei pouco com Martino, mas ele me transmitiu toda sua confiança. Penso que preciso de mais tempo para chegar à minha melhor forma.

Alguns minutos após sua estreia oficial pelo Barcelona, Neymar se sentia realizado. Elogiou Messi, reiterou que estava feliz no clube, mas admitiu que o reencontro com o Santos lhe causa estranheza. O brasileiro vai rever sua antiga equipe na próxima sexta-feira, quando Barça e Peixe se enfrentam em amistoso internacional, no qual será disputado o Troféu Joan Gamper.

 - Será um pouco estranho, diferente enfrentar o Santos, mas darei meu máximo defendendo a camisa do Barcelona - comentou Neymar.

Sobre Messi, só elogios. O brasileiro falou o que todos já sabiam: que a relação entre os dois, inicialmente, é de fã para ídolo. Neymar, porém, foi além e elogiou também as qualidades do argentino fora de campo:

 - Messi é uma grande pessoa. É um ídolo para mim e estou muito feliz de jogar a seu lado. Falar dele é muito fácil, é um grande jogador. Sou muito feliz no Barcelona.

Finalmente, o jogador falou sobre o primeiro contato com o novo técnico, Tata Martino, e declarou que ainda precisa de mais minutos em campo para voltar à sua melhor forma:

 - Falei pouco com Martino, mas ele me transmitiu toda sua confiança. Penso que preciso de mais tempo para chegar à minha melhor forma.