icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/11/2014
14:18

Enquanto Marquinhos Santos deixou o Barradão satisfeito com o empate entre Coritiba e Vitória, o mesmo não pode ser dito para Ney Franco. Ao final da partida, o treinador do Leão não escondeu a insatisfação com o 1 a 1 no placar, ainda mais pelo Coxa ser um adversário direto na luta contra o rebaixamento.

- A gente veio com a expectativa de conseguir os três pontos. Tecnicamente foi um jogo truncado, mas o Coritiba teve competência em neutralizar alguns jogadas nossas. Agora, temos três rodadas para somar pontos e resolver nossa situação. Os jogadores têm que se apresentar equilibrados. Continuamos fora da zona e temos esses três jogos - projeta o treinador.

Ney Franco também fez críticas à arbitragem do jogo. Segundo o técnico, não houve falta no lance que originou o gol de empate do Coritiba, e Ney classificou o juiz mineiro Ricardo Ribeiro de "confuso".

- O árbitro não interferiu no resultado, mas não foi uma noite feliz do Ricardo. Ele é um arbitro qualificado, da Fifa. Mas prefiro usar o termo, que a arbitragem foi meio confusa. Na origem do gol do Coritiba, não foi falta. Prefiro falar, que foi uma noite que ele não foi bem.

O Vitória volta a jogar no próximo domingo, contra o Figueirense, no Orlando Scarpelli, às 17h da tarde, em duelo válido pela 36ª rodada do Brasileiro. O Leão é o 15º colocado, com 38 pontos, enquanto o Figueira ocupa a 13ª posição, com 43 pontos.