icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/04/2014
19:48

O time do Vitória estreiou no Brasileiro com uma derrota por 1 a 0 para o Internacional, mas de acordo com técnico Ney Franco, o torcedor pode esperar um bom desempenho do rubro negro baiano caso o time se comporte como no segundo tempo do jogo contra os gaúchos.
Após ser amplamente dominado durante todo o primeiro tempo, o Vitória voltou com outra postura para a segunda etapa e igualou o domínio do jogo, chegando a criar algumas boas chances de gol. A melhora no entanto não foi suficiente para evitar a derrota.

- A gente tomou um gol muito cedo, em um erro de posicionamento. A gente cometeu o erro. O time não conseguiu encaixar a marcação lá na frente e, como eles têm uma equipe técnica, eles conseguiram crescer e fazer um primeiro tempo muito superior. No segundo tempo, com mais um atacante, a gente encaixou a marcação e cresceu o volume de jogo. O espírito nosso de jogo é o espírito do segundo tempo - comentou Ney Franco durante a entrevista coletiva.

Ney Franco diz ainda que o elenco precisa melhorar, mais evitou dizer quais posições ele considera carente no elenco do Vitória.

- Eu prefiro não chegar aqui e ficar falando de nomes e posição. Deixei muito claro que estamos atentos ao mercado. Não quero falar de posições e de nomes. Não é meu papel falar sobre isso - disse o técnico.

Indo de acordo com o discurso do técnico Ney Franco, Felipe Ximenes, diretor de futebol do clube também não quis falar quais as posições que precisam ser reforçadas.

- São questões que a gente tem que tomar muito cuidado para analisar. Mas quando você começa a expor setores que têm carência na equipe, acaba que você deixa o elenco mais inseguro. Estamos buscando esse equilíbrio – afirmou Ximenez.

Felipe Ximenez tranquilizou o técnico Ney Franco e disse que as limitações financeiras do time não irão atrapalhar o planejamento.

- Não gosto muito de me apoiar nessa condição financeira, porque acaba servindo como desculpa que você não vai nunca crescer. Sabemos as limitações financeiras que nós temos, mas isso não vai nos impedir de buscar bons jogadores - finalizou o diretor.