icons.title signature.placeholder Alexandre Braz e Luiz Gustavo Moreira
24/03/2014
07:54

É evidente que a campanha do Botafogo no Campeonato Estadual foi vexatória. Porém, apesar de todos os problemas e derrotas para equipes pequenas, alguns jogadores conseguiram se salvar e ganhar pontos com a comissão técnica e com a torcida.

Os principais destaques da campanha foram os estrangeiros Mario Bolatti e Pablo Zeballos. Contratados nesta temporada, eles ainda são reservas, mas aos poucos vão mostrando que têm condições de conquistar uma vaga entre os titulares. O volante, inclusive, deverá ser titular na próxima partida do Glorioso na Copa Libertadores, contra o Unión Española (CHI), no dia 2 de abril, no lugar de Gabriel, suspenso. Já o paraguaio aproveitou as chances para ganhar ritmo e mostrar que está pronto para ser inscrito na próxima fase do torneio sul-americano, caso o Alvinegro avance.

Entre os jovens, o principal destaque não chegou a ser titular, mas entrou bem nas últimas duas rodadas. Promovido neste ano aos profissionais, Sidney aproveitou as chances e ganhou pontos com Hungaro.

– Não gosto de destacar individualmente, mas tem um menino que chegou quietinho, treinou muito, não era opção, entrou nestes dois jogos e foi muito bem. O nome dele é Sidney. Jogou muito bem contra o Boavista e repetiu contra o Nova Iguaçu. Mesmo fora de posição, mostrou a mesma personalidade que sempre teve nas categorias de base – disse Eduardo Hungaro.

O volante mostrou-se feliz com os elogios do "professor".

– É bom e me motiva mais a trabalhar saber que ele está olhando para todos. Sempre soube que ele daria oportunidade para quem trabalhasse mais. Fico feliz pelos elogios – disse Sidney, ao LANCE!.

Outro "medalhão" que aproveitou as chances foi o lateral-direito Lucas. Recuperado de uma cirurgia no tornozelo esquerdo, ele teve problemas físicos no retorno, mas está melhor e já deve ser utilizado com mais frequência. Assim como Bolatti, o lateral jogará diante dos chilenos, na vaga de Edilson, suspenso por dois jogos na Libertadores.

Renato e Airton decepcionam

O volante Renato, que começou o Campeonato Carioca como camisa 10, capitão do time reserva e cotado para uma vaga no time da Libertadores, não teve boas atuações no Estadual e ficou fora até do banco nas duas últimas rodadas, contra Boavista e Nova Iguaçu.

Com contrato até 30 de junho deste ano e dono de um dos maiores salários do elenco, ele dificilmente renovará e deverá deixar o Glorioso, onde está desde 2011.

Outro que pode deixar General Severiano em breve é o também volante Airton. Contratado para ser o reserva imediato de Marcelo Mattos, o atleta teve lesões e não deve ter o contrato de empréstimo – que acaba também no dia 30 de junho – renovado junto ao Benfica (POR), dono dos direitos econômicos.

Jovens podem ser emprestados

Com o elenco inchado e disputando torneios mais importantes do que o Campeonato Carioca a partir de agora, existe a possibilidade de o Botafogo emprestar alguns jovens jogadores para ganharem experiência em outros clubes.

Recentemente, o Glorioso emprestou o meia Jeferson e o atacante Sassá para o Oeste, de Itápolis (SP), e o apoiador Octávio para o ABC, de Natal (RN).

O zagueiro Matheus, os volantes Dedé, Fabiano e Sidney, além dos meias Daniel e Cidinho e dos atacantes Yguinho e André são alguns que podem respirar novos ares.

Em dificuldades financeiras, alguns titulares também podem ser negociados, após o término da campanha alvinegra na Copa Libertadores, para aliviar o asfixiado caixa do clube. No elenco, o zagueiro Dória, o volante Gabriel e o apoiador Lodeiro, que recebem propostas constantemente, são os principais alvos de clubes do exterior.

Saldo do time reserva no Campeonato Estadual

APROVADOS

Zeballos - O meia-atacante paraguaio fez dois gols e ganhou ritmo de jogo.
Sidney - O volante, última opção para a posição, entrou e foi elogiado por Hungaro.
Lucas - Ganhou ritmo de jogo, foi bem na Liberta e briga com Edilson pela vaga.
Bolatti - Fez boas partidas e ganhou moral com a torcida.

REGULARES

Rodrigo Souto - Começou bem e teve chance no time A, mas se lesionou.
Gegê - Se firmou como primeiro reserva do setor de criação do time.
Cidinho - Se recuperou de cirurgia e foi utilizado até na Copa Libertadores.
Henrique - Desencantou e é o artilheiro do time na temporada até agora, ao lado de Ferreyra.

REPROVADOS

Renato - Começou como "dono" do time B e terminou fora até do banco.
Daniel - Apoiador fez ótima pré-temporada, mas não correspondeu.
Airton - O volante chamou atenção pelo excesso de faltas cometidas.
Renan - Cometeu falhas importantes no início da competição.