icons.title signature.placeholder Carlos Alberto Vieira
17/06/2014
05:30

Manaus vai ganhar a fama de ser uma cidade de temperaturas extremas para o futebol após as declarações de jogadores italianos e ingleses. Mas também será lembrada como uma das sedes mais animadas. Sem manifestações e com a sua população orgulhosa por receber a Copa, aqui se vive um "clima delicioso" de Mundial, como eles dizem, brincando com a questão climática. As ruas estão coloridas, enfeitadas. São tão suntuosas que viraram atração turística e ficam entupidas em jogos do Brasil.
- Esta é a segunda corrida que faço até aqui. Dois italianos vieram conhecer a decoração. Dizem que esta é a rua mais enfeitada do Brasil - disse o taxista Rômulo.
A rua em questão é a Santa Isabel, no Bairro Praça 14, colado ao Centro. A decoração é de cair o queixo: portal que lembra o Teatro Amazonas, cartão-postal da cidade. Todos os 120 metros da rua foram cobertos com fitas que formam desenhos alusivos à Copa: logo da Fifa, fuleco, CBF, bandeiras da Inglaterra, Itália e Seleção. O asfalto todo coberto com pinturas. No meio da rua, um palco. No fim, um telão para todos assistirem aos jogos. Dez mil pessoas veem as partidas dali.
- Fomos a rua mais bonita do Brasil na Copa-98, quando demos de lavada no Alzirão, lá do Rio - diz com orgulho Alfredo Prado, um dos organizadores dos eventos da Santa Isabel e que criou a primeira decoração, para a Copa da Espanha.
Desde então a coisa só cresce. E com uma façanha: nenhum recurso vem de políticos, embora o custo para seja estimado em R$ 80  mil.
- Somos pobres, mas independentes. E precisamos nos virar com a ajuda. Fazemos bingo hoje para pagar a conta de amanhã - concluiu Otto, um dos organizadores, que corria de um lado para outro ao lado de Andreza, para organizar o bingo de domingo passado que serviria para cobrir a despesa da última alegoria que chega hoje à tarde, duas horas antes da partida do Brasil com o México: balões com led que ficarão nos postes.
Dezenas de turistas tiravam fotos, encantados:
- Pedimos para o guia nos trazer aqui. Queria conhecer a rua mais bonita da Copa - disse o Inglës Samuel.

Mas opinar sobre qual é a mais bonita pode gerar polêmica. No Morro da Liberdade os moradores da 24 de Agosto dizem que a sua rua não deve nada a ninguém.  Desde 2002, inspirados na Santa Isabel, os moradores da rua, que é reduto do samba amazonense (é a casa da Reino Unido da Libertadade, tradicional escola de samba da cidade), também criaram portal, cobertura de fitinhas, chão colorido e como maior atração, uma mural com caricaturas dos 23 convocados.

- A nossa diferença é que não temos eventos só para a Copa. Há pagodes, projetos sociais - disse Eduardo Lucas, concluindo que hoje a decoração das ruas ganhou grande projeção e que vários jornalistas do exterior estão visitando as instalações que levaram tempo para serem concluídas.

- Começamos em fevereiro e concluímos há três semanas - disse Aldo Barbosa, artista plástico que criou a rua.

A terceira é a Rua 3 do bairro Alvorada. No mesmo estilo. Porém, dois fatores a levam a ter um sucesso quase tão grande quanto as irmãs mais velhas: a bola iluminação e a proximidade com a Arena da Amazônia (400 metros). Por isso, é a que recebe o maior número de turistas.


- Fizemos um projeto, ele foi aprovado e conseguimos entregar antes da Copa e estamos colhendo grande fruto, disse Lelis, um dos organizadores:

- O que a gente não esperava é que existisse tanta repercussão, Isso é muito bom para o Amazonas e nos motiva. Na próxima Copa isso vai bombar. Quem sabe não teremos outras ruas assim - concluiu Emerson Vieira, outro organizador. Manaus já ganhou excelência quando o assunto é rua enfeitada.