icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
07/11/2014
10:40

Nem mesmo os 27 pontos e nove rebotes do ala/pivô Guilherme Giovannoni foram capazes de segurar o Franca Basquete, que nesta quinta-feira, mostrou personalidade e tranquilidade nos minutos finais e superou o UniCEUB/BRB/Brasília, em casa, no Ginásio Pedrocão, em Franca (SP), pelo placar de 81 a 73.

Com o triunfo, os comandados de Lula Ferreira mantiveram os 100% de aproveitamento na competição nacional, com dois êxitos em duas partidas. Já os candangos, que vinham de bela vitória como visitante sobre o Paschoalotto/Bauru, conheceram sua primeira derrota na sétima edição do maior campeonato do país.

Para sair de quadra com o resultado positivo, os francanos contaram com grande atuação do experiente e incansável armador Helinho, que aos 39 anos, foi peça fundamental para a vitória de sua equipe ao anotar 16 pontos, sendo 11 deles no segundo quarto. Outro que se sobressaiu pelo time paulista foi o jovem ala/pivô Lucas Mariano, com 15 pontos.

Quem também merece destaque pelo lado do clube da Capital do Basquete é a dupla argentina formada pelo ala Marcos Mata, autor de 11 pontos e seis rebotes, e pelo armador Figueroa, que deixou a quadra com dez pontos e oito assistências. O ala Léo Meindl, por sua vez, passou os três primeiros quartos apagado, mas fez oito importantes pontos no último quarto e totalizou dez.

Agora, os francanos tentarão estender sua invencibilidade na sétima edição do NBB na próxima quarta-feira, diante do atual bicampeão Flamengo, no Rio de Janeiro (RJ), às 20 horas. Já o Brasília voltará à quadra pelo NBB somente no dia 19, por conta de sua participação na Liga Sul-Americana, contra o Palmeiras/Meltex, fora de casa, às 20h.

E MAIS:
>> Rockets vence atual campeão e chega a sexta vitória consecutiva na NBA

Quem também venceu e manteve os 100% de aproveitamento no NBB 7 foi o São José/Unimed, que fez muito bem sua lição de casa nesta quarta-feira e conquistou uma grande vitória sobre o Unitri/Pilhas Energizer, no Ginásio Lineu de Moura, por 80 a 52.

Com grande atuação em todos os períodos da partida, o time comandado pelo técnico Luiz Augusto Zanon conquistou seu segundo triunfo em duas partidas disputadas na sétima edição do maior campeonato de basquete do país. Já o time uberlandense foi derrotado pela segunda vez seguida na temporada 2014/2015 do NBB.

Para sair de quadra com a grande vitória, a equipe joseense teve como destaques o ala Dedé, cestinha do time com 15 pontos, e também o pivô Caio Torres, que anotou um duplo-duplo ao marcar 11 pontos e recuperar 14 rebotes, além de deixar a quadra como o jogador mais eficiente do jogo (25). Pelo lado do Uberlândia, o ala/armador Audrei teve bom desempenho, 14 pontos e quatro sobras recuperadas, porém não evitou a segunda derrota seguida da equipe.

Após a grande vitória, São José voltará a quadra nesta terça-feira, às 20 horas (de Brasília), para encarar o rival Pinheiros/SKY, mais uma vez no Ginásio Lineu de Moura, em São José dos Campos (SP). Já o Uberlândia, entra em quadra somente na quinta-feira, às 20 horas (de Brasília), para o confronto contra o Basquete Cearense, no Ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza (CE).

Com final dramático, Minas vence Mogi fora de casa

O duelo desta quinta-feira entre Mogi das Cruzes/Helbor e Minas Tênis Clube foi, de fato, um teste para cardíaco. Diante de bom público presente no Ginásio Professor Hugo Ramos, no Alto Tietê, as duas equipes fizeram uma partida de arrepiar, acirrada do início ao fim e decidida apenas nos últimos segundos.

No fim, melhor para o clube de Belo Horizonte, que se aproveitaram dos quatro lances livres errados pelos mogianos no minuto final e, na mesma moeda, através do ala/armador norte-americano Robby Collum, restando 1,5 segundos no cronômetro, levou a melhor e conquistou sua primeira vitória no NBB 7, pelo placar de 61 a 60, em partida transmitida ao vivo pelo site da LNB.

- Foi uma grande vitória e estamos muito felizes. O trabalho que vem sendo feito todos os dias hoje foi premiado com essa vitória. No primeiro jogo (contra São José) tivemos muitos erros no final. Mas hoje viemos para cá determinados e sabendo que tínhamos condições de vencer. Vencemos uma grande equipe e a sensação com essa vitória fora de casa é muito boa - comentou o ala Alex Oliveira, do Minas.

O principal destaque do Minas no duelo ficou por conta do experiente pivô Shilton, responsável por 14 pontos. Apesar do resultado negativo, o cestinha da noite veio do Mogi: o ala/armador norte-americano Shamell, que mesmo deixando a quadra com 24 pontos conta, lamentou muito seus lances livres desperdiçados no final do jogo e assumiu a culpa da derrota.

- Faltou eu fazer os dois lances livres no fim. Normalmente eu não erro lances livres no fim. Eu carrego a culpa dessa derrota, foram aqueles dois lances que eu errei. Mas parabéns pro Minas. Jogaram muito bem, só com um americano e cinco ou seis garotos. Precisamos corrigir nossos erros. O NBB é assim. Eu não esperava nada diferente do NBB 7, um campeonato que será muito equilibrado. Hoje nós brigamos, mas parabéns pra eles - lamentou Shamell.

Com o resultado desta partida, as duas equipes agora somam uma vitória e uma derrota na atual temporada do NBB (50% de aproveitamento). Os minastenistas voltarão à quadra já na próxima terça-feira, diante do Basquete Cearense, fora de casa, às 19h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo do SporTV. Na próxima quinta, o Mogi recebe o Pinheiros/SKY, às 20 horas.

Confira os resultados e as próximas partidas da segunda rodada do NBB 7:

- 06/11 (Quinta-feira)
Mogi das Cruzes/Helbor 60 x 61 Minas Tênis Clube
São José/Unimed 80 x 52 Unitri/Pilhas Energizer
Franca Basquete 81 x 73 UniCEUB/BRB/Brasília

- 07/11 (Sexta-feira)
11h - Paschoalotto/Bauru x Basquete Cearense (remarcada)
19h30 - Paulistano Unimed x Macaé Basquete - ao vivo no SporTV
20h - Rio Claro Basquete x Pinheiros/SKY
20h - Liga Sorocabana x Flamengo