icons.title signature.placeholder Felipe Domingues
11/07/2014
20:20

Tanto a saída, quanto a volta de LeBron James ao Cleveland Cavaliers geraram um "boom" de discussões na imprensa e na internet. Mas, ainda assim, o retorno de uma estrela à sua "casa" não é uma novidade na NBA.

O exemplo clássico é o de Michael Jordan. O maior jogador da história do basquete anunciou sua aposentadoria e empreitada no beisebol, em 1993. Dois anos depois, retornou ao Chicago Bulls de maneira triunfal. Jordan conquistou mais três títulos com a equipe e dois prêmios MVP.

   
Steve Nash saiu e voltou para o Phoenix Suns (Foto: Christian Petersen/AFP)

O armador Derek Fisher foi draftado pelo Los Angeles Lakers em 1996 e seguiu na equipe até 2004, onde conquistou três títulos da NBA. Após passagens por Golden State e Utah, Fisher voltou ao Lakers, em 2007, alcançando três finais e conquistando mais dois títulos.

Draftado pelo Phoenix Suns em 1996, Steve Nash ficou na equipe por dois anos, se transferindo para o Dallas, onde permaneceu até 2004. Em seu retorno ao Suns, foi nomeado MVP duas vezes (2004 e 2005), além de alcançar a final da conferência oeste três vezes.

  
À esquerda, Jason Kidd, que retornou ao Dallas para ser campeão e à direita, Allen Iverson, que teve sua camisa nº 3 aposentada (Fotos: AFP e Divulgação)

Outro armador, Allen Iverson iniciou sua carreira no Philadelphia 76ers, em 1996, e permaneceu na equipe até 2006. Após passagens frustradas por outros times, Iverson retornou ao Sixers em 2009, onde encerrou sua carreira no basquete americano e, em 2013, teve sua camisa (número 3) aposentada.

Jason Kidd começou sua carreira no Dallas Mavericks, em 1994, onde ficou por apenas dois anos. Em 2008, o armador retornou à equipe e conquistou o único título de sua carreira, em 2011, derrotando o Miami Heat de LeBron James na final.