icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/07/2013
23:03

Jogo equilibrado entre Portuguesa e Cruzeiro nesta noite de sábado no Canindé. Com um bom início, as equipes logo balançaram as redes, mas não deram continuidade à sequência de gols. No segundo tempo, ambas as equipes deram mais dinamismo ao confronto, mas os 90 minutos terminaram com a igualdade em 1 a 1 no marcador.

INÍCIO DE JOGO QUENTE

Com poucos minutos de jogo, a Lusa abriu o placar e inaugurou o marcador. Aos cinco minutos do primeiro tempo, Souza cobrou falta de longa distância e Valdomiro, de cabeça, se antecipou a Bruno Rodrigo e balançou as redes. O gol que poderia deixar a Portuguesa mais confortável na partida, fez com que os anfitriões se acomodassem em campo. O Cruzeiro passou a ter mais posse de bola, controlar o jogo e imprimir ações mais ofensivas à meta de Lauro.

Aos 17 minutos, em nova jogada aérea, o time visitante chegou à igualdade do marcador. Souza (desta vez o volante celeste) cobrou escanteio e Bruno Rodrigo marcou de cabeça. Em situação parecida, mas oposta ao primeiro gol, o zagueiro se antecipou no primeiro poste e empatou para o Cruzeiro.

O jogo, que parecia melhorar após os dois gols em menos de 20 minutos, esfriou, e as equipes pouco chegaram ao gol. Fábio, que completou 500 jogos, tornou-se um mero expectador da partida. Do outro lado, Lauro teve mais trabalho para conter os avanços ofensivos da Raposa.

Cruzeiro e Portuguesa empataram no Canindé (Foto: Reginaldo Castro/L!Press)

ETAPA FINAL MOVIMENTADA, MAS SEM GOLS

O segundo tempo começou morno, com poucas chances reais de gol. O time paulista iniciou melhor, em boa jogada de Cañete com Diogo, que finalizou rente ao gol de Fábio. Marcelo Oliveira imprimiu as entradas de Lucca e Anselmo Ramon nos lugares de Diego Souza e Vinícius Araújo. A mudança surtiu efeito, e o Cruzeiro passou a criar mais chances de virar o placar. Primeiro com Lucca, em cobrança de falta na intermediária. Aos 25 minutos, Everton Ribeiro cruzou para Anselmo Ramon cabecear firme para ótima defesa de Lauro.

As ações ofensivas do Cruzeiro serviram para acordar a Lusa, que pouco fazia até então. Os anfitriões responderam com Luis Ricardo, que invadiu a área e chutou cruzado. Egídio, no carrinho, evitou o chute e desviou a finalização. Luis Ricardo ainda teria outra chance em cruzamento de Romão, que Mayke salvou dentro de pequena área. Mais movimentado e com as equipes buscando a vitória, os dez minutos finais da partida foram de arrepiar. Tinga e Anselmo Ramon, apostas de Marcelo Oliveira, participaram da jogada que resultou na bola no travessão de Lauro. Já no último minuto da partida, Lucca cobrou falta perigosa, mas a bola explodiu na barreira. Final de jogo, 1 a 1.

FICHA TÉCNICA:

PORTUGUESA 1 X 1 CRUZEIRO

Local: Canindé, em São Paulo (SP)
Data e hora: 6 de julho de 2012, às 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC)
Auxiliares: Kleber Lúcio Gil (SC) e Nadine Schram Camara Bastos (SC)
Renda e público: Não divulgado
Cartão Amarelo: Souza, Ferdinando, Valdomiro (POR); Luan, Everton Ribeiro (CRU)
Cartão Vermelho: -
Gols: Valdomiro, 5'/1ºT (1-0); Bruno Rodrigo, 16'/1ºT (1-1)

PORTUGUESA: Lauro, Luis Ricardo, Lima, Valdomiro e Ivan; Ferdinando, Corrêa, Cañete (Romão, 23'/2ºT), Souza e Matheus; Diogo. Técnico: Edson Pimenta

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton,Souza (Tinga, 30'/2ºT), Éverton Ribeiro e Diego Souza (Lucca, 14'/2ºT); Vinícius Araújo (Anselmo Ramon, 22'/2ºT) e Luan. Técnico: Marcelo Oliveira


Jogo equilibrado entre Portuguesa e Cruzeiro nesta noite de sábado no Canindé. Com um bom início, as equipes logo balançaram as redes, mas não deram continuidade à sequência de gols. No segundo tempo, ambas as equipes deram mais dinamismo ao confronto, mas os 90 minutos terminaram com a igualdade em 1 a 1 no marcador.

INÍCIO DE JOGO QUENTE

Com poucos minutos de jogo, a Lusa abriu o placar e inaugurou o marcador. Aos cinco minutos do primeiro tempo, Souza cobrou falta de longa distância e Valdomiro, de cabeça, se antecipou a Bruno Rodrigo e balançou as redes. O gol que poderia deixar a Portuguesa mais confortável na partida, fez com que os anfitriões se acomodassem em campo. O Cruzeiro passou a ter mais posse de bola, controlar o jogo e imprimir ações mais ofensivas à meta de Lauro.

Aos 17 minutos, em nova jogada aérea, o time visitante chegou à igualdade do marcador. Souza (desta vez o volante celeste) cobrou escanteio e Bruno Rodrigo marcou de cabeça. Em situação parecida, mas oposta ao primeiro gol, o zagueiro se antecipou no primeiro poste e empatou para o Cruzeiro.

O jogo, que parecia melhorar após os dois gols em menos de 20 minutos, esfriou, e as equipes pouco chegaram ao gol. Fábio, que completou 500 jogos, tornou-se um mero expectador da partida. Do outro lado, Lauro teve mais trabalho para conter os avanços ofensivos da Raposa.

Cruzeiro e Portuguesa empataram no Canindé (Foto: Reginaldo Castro/L!Press)

ETAPA FINAL MOVIMENTADA, MAS SEM GOLS

O segundo tempo começou morno, com poucas chances reais de gol. O time paulista iniciou melhor, em boa jogada de Cañete com Diogo, que finalizou rente ao gol de Fábio. Marcelo Oliveira imprimiu as entradas de Lucca e Anselmo Ramon nos lugares de Diego Souza e Vinícius Araújo. A mudança surtiu efeito, e o Cruzeiro passou a criar mais chances de virar o placar. Primeiro com Lucca, em cobrança de falta na intermediária. Aos 25 minutos, Everton Ribeiro cruzou para Anselmo Ramon cabecear firme para ótima defesa de Lauro.

As ações ofensivas do Cruzeiro serviram para acordar a Lusa, que pouco fazia até então. Os anfitriões responderam com Luis Ricardo, que invadiu a área e chutou cruzado. Egídio, no carrinho, evitou o chute e desviou a finalização. Luis Ricardo ainda teria outra chance em cruzamento de Romão, que Mayke salvou dentro de pequena área. Mais movimentado e com as equipes buscando a vitória, os dez minutos finais da partida foram de arrepiar. Tinga e Anselmo Ramon, apostas de Marcelo Oliveira, participaram da jogada que resultou na bola no travessão de Lauro. Já no último minuto da partida, Lucca cobrou falta perigosa, mas a bola explodiu na barreira. Final de jogo, 1 a 1.

FICHA TÉCNICA:

PORTUGUESA 1 X 1 CRUZEIRO

Local: Canindé, em São Paulo (SP)
Data e hora: 6 de julho de 2012, às 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC)
Auxiliares: Kleber Lúcio Gil (SC) e Nadine Schram Camara Bastos (SC)
Renda e público: Não divulgado
Cartão Amarelo: Souza, Ferdinando, Valdomiro (POR); Luan, Everton Ribeiro (CRU)
Cartão Vermelho: -
Gols: Valdomiro, 5'/1ºT (1-0); Bruno Rodrigo, 16'/1ºT (1-1)

PORTUGUESA: Lauro, Luis Ricardo, Lima, Valdomiro e Ivan; Ferdinando, Corrêa, Cañete (Romão, 23'/2ºT), Souza e Matheus; Diogo. Técnico: Edson Pimenta

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton,Souza (Tinga, 30'/2ºT), Éverton Ribeiro e Diego Souza (Lucca, 14'/2ºT); Vinícius Araújo (Anselmo Ramon, 22'/2ºT) e Luan. Técnico: Marcelo Oliveira