icons.title signature.placeholder Fábio Aleixo
06/11/2013
14:31

Rafael Nadal tem motivos de sobra para comemorar nesta quarta-feira. Ao vencer o suíço Stanislas Wawrinka (8º do mundo), o espanhol garantiu que terminará o ano na liderança do ranking mundial e assegurou a sua classificação para as semifinais das Finais da ATP de Londres.

Em duelo de 2h13 de duração, Nadal bateu o rival por 2 sets a 0 (7-6 [7-5] e 7-6 [8-6]) aumentou ainda mais o seu domínio. Em 12 partidas entre eles no circuito mundial, são 12 vitórias. E o que é mais impressionante: ganhou os 26 sets disputados.

Ao assegurar o número da lista do ATP, o espanhol tornou-se apenas o sexto jogador desde a criação do ranking, em 1973, a terminar três ou mais anos na ponta. Os outros foram Jimmy Connors (5 vezes), John McEnroe (4), Ivan Lendl (4), Pete Sampras (6) e Roger Federer (5).

Apesar do revés, o suíço segue com chances de avançar à semifinal. Com uma derrota e uma vitória, definirá seu futuro na sexta-feira, contra David Ferrer (3º).

Já Nadal tentará seu terceiro triunfo diante de Tomas Berdych (6º), no mesmo dia. Os confrontos são válidos pelo Grupo A.

O JOGO

A partida começou com Wawrinka bem sólido em seu saque e causando dificuldades para Nadal. Movimentando bem a bola e abusando dos golpes de esquerda, o suíço confirmou facilmente seus serviços. Isso até o placar apontar 2 a 2.

No quinto game, Wawrinka deixou o nível cair e isso é fatal quando se joga contra o Nadal. O espanhol aproveitou para botar pressão. E Wawrinka sentiu. Com o palacar em 30-40, ele foi quebrado após cometer dupla-falta e ficou em desvantagem de 3 a 2.

Quando o marcador estava em 4 a 2, Nadal teve mais uma chance de quebra. Desta vez, porém, o suíço conseguiu responder bem.

Passado o momento de instabilidade, Wawrinka conseguiu se mantar na partida e devolveu a quebra quando o espanhol sacava para fechar o set.

Daí em diante, os dois confirmaram seus serviços e a parcial teve de ser decidida no tie break. E Nadal deu sorte nos três últimos pontos para fechar em 7-5.

Duas bolas do espanhol que pareciam ir para a fora caíram em cima da linha e complicaram Wawrinka. No ponto decisivo, o suíço tinha a bola na mão para deixar em seis iguais, mas acabou tropeçando e perdendo o set. Irritado, atirou a raquete contra a geladeira que fica do lado da quadra, quebrando-a.

No segundo set, Nadal teve seu saque ameaçado quando sacava em 1 a 1. Porém, depois de ficar atrás em 15-40, fez valer o poder do seu saque para salvar os dois breaks e confirmar o serviço.

As oportunidades perdidas mexeram com a cabeça de Wawrinka. Errando em demasia, o suíço foi quebrado no quarto game. Porém, mais uma vez conseguiu se recompor e seguir vivo na partida,ao devolver a quebra no sétimo game.

Com os dois jogadores mantendo seus saques, mais um tie break teve de ser realizado.

Na parcial decisiva, Nadal abriu 4 a 1 e quando parecia caminhar a passos firmes para a vitória viu Wawrinka reagir mais uma vez e empatar em 6 a 6. Nadal confirmou seu saque e teve match point no serviço do suíço. Depois de algumas trocas de bola, o suíço mandou uma direita na rede. O resultado final estava decretado.

O repórter viaja a convite da ATP