icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro
05/11/2013
22:42

As loucuras pelo Atlético-MG fazem parte do repertório de Julio Falcão. Morador de Coronel Fabriciano-MG, no Vale do Aço, o músico sacrificou seu trabalho para estar no Mundial de Clubes com o Galo.

– Imagina um cara vivendo de música? Não tem fundo de garantia, 13º salário... Comecei a vender alguns instrumentos, aparatos de som, e passei a correr atrás de mais shows ao redor de Minas Gerais inteira. Ainda fiz um empréstimo com a minha tia – declarou, ao L!Net.

Julio revelou como foi a "peregrinação" até acertar a viagem, em uma agência de turismo em Divinópolis:

– Garanti a passagem e o hotel, através de uma agência de turismo na qual o agente é meu amigo por R$ 4,1 mil. Só que começarei meu caminho por Lisboa. Só depois vou para Marrocos. Inicio minha viagem no dia 10 de dezembro. Fico até dia 15 em Portugal. E dia 16, finalmente, chego em Marrocos.

O músico revelou que conseguiu ingresso por R$ 538, somando as partidas da semifinal e da final.

Laura Ladeira, gerente de turismo da Unitour, também lembrou de um caso extremo ocorrido an empresa parceira do Atlético.

– Um cliente que acostumou ir conosco também durante a caminhada da Libertadores vendeu o carro para ir com a mãe e a filha de dois anos – disse, ao L!Net.